Curiosidades sobre o Jornalismo brasileiro

Primeiros jornais do Brasil: A Gazeta do Rio de Janeiro, publicado pela primeira vez em 10 de setembro de 1808 e O Correio Braziliense, impresso em Londres, que teve sua primeira publicação em 1º de junho de 1808.

O rádio chegou ao Brasil em 1922, com Edgard Roquette-Pinto, considerado o pai da radiodifusão. A primeira rádio no Brasil foi a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, criada em 1936.

O cearense Gonçalo Inácio de Loyola, conhecido como Padre Mororó, foi um sacerdote, jornalista e revolucionário brasileiro.

O Jornal do Commercio, do Rio de Janeiro, foi o único jornal brasileiro a ser impresso por 188 anos. Fundado em 1º de outubro de 1827, circulou sem qualquer interrupção até 28 de abril de 2016.

Em 1930, Assis Chateaubriand surge como “magnata das comunicações” e cria os Diários Associados, que foi o maior conglomerado de mídia da América Latina, formado por jornais, revistas, rádios e televisões.

Em 18 de setembro de 1950 nasce o telejornalismo brasileiro. O primeiro informativo surgiu dentro do programa inaugural 'TV na Taba': o boletim 'Em Dia com a Política', do jornalista Maurício Loureiro Gama.