Filme com músicas dos Beatles retrata os conturbados anos 60

Cena do musical "Across The Universe". Foto: reprodução
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Por Letícia Feitosa

É no meio do contraditório ambiente da Guerra do Vietnã e do movimento hippie que está ambientado o filme “Across The Universe”. Todo o contexto político-social dos anos 1960 é o plano de fundo de um musical em que a história é contada ao som de 33 músicas dos Beatles. O longa,  lançado em 2007, foi dirigido pela cineasta Julie Taymor, primeira mulher a ganhar o Prêmio Tony de Melhor Direção, e ganhou Oscar de Melhor Figurino. A história é um romance vivido pelo casal Jude (Jim Sturgess) e Lucy (Evan Rachel Wood), além de ser um tributo ao quarteto de Liverpool.

Jude e Lucy, casal protagonista. Foto: reprodução.

O britânico Jude, cansado de sua rotina, viaja para os Estados Unidos em busca de autoconhecimento. Ao chegar no outro continente, conhece Max (Joe Anderson), irmão de Lucy, e cria com ele uma amizade imediata. No impulso, os dois partem para morar em Nova York, onde dividem apartamento com a cantora Sadie (Dana Fuchs), o músico Jo-Jo (Martin Luther McCoy) e Prudence (T.V. Carpio), formando o elenco principal. Todos os personagens desse núcleo tem um solo, que casa perfeitamente com a trama de cada um. As 33 músicas do Fab Four foram encaixadas em momentos específicos do longa e são as verdadeiras narradoras da história.

As primeiras canções fazem menção ao início da carreira dos Beatles, quando eram conhecidos como os reis do iê iê iê”, com“All My Loving”,Hold Me Tight” e “I Want To Hold Your Hand” sendo interpretadas logo nos primeiros minutos. As seguintes músicas acompanham as fases posteriores da banda. A época psicodélica do quarteto é mostrado da metade para o final do filme, com cenas recheadas de cores e efeitos que completavam o teor de psicodelia de “I Am The Walrus” eBeing for the Benefit of Mr. Kite!”. Também há a participação de personalidades no filme. Bono, da banda U2, aparece como o hippie Dr. Robert, Joe Cocker surge cantando “Come Together” e a atriz Salma Hayek aparece durante “Happiness is a Warm Gun“.

Referências

O enredo é tomado de alusões à obra dos Beatles, desde os nomes dos personagens até as letras de músicas inseridas em diálogos. As referências começam no título do filme, “Across The Universe”, música lançada no último álbum da banda, e seguem ao longo das duas horas de musical

Algumas referências aparecem de maneiras sutis, como uma maçã, símbolo do selo musical fundado pelos Beatles, que Jude corta em determinada cena, ou uma fala avulsa de um personagem secundário. A amizade de Jude e Max é muito semelhante à cumplicidade de John Lennon e Paul McCartney. A última apresentação da banda britânica, no topo do prédio da Apple Records, em 30 de janeiro de 1969, é a inspiração de uma cena do filme, em que parte do elenco canta “Don’t Let Me Down” e  “All You Need is Love” no terraço de um prédio de Nova York.  

Apesar de ser uma carta de amor aos Beatles, a trama consegue atrair outros públicos, além dos fãs da banda. Os personagens são cativantes, a história é divertida e simples, mas não é focada apenas em homenagear a banda. Os anos 1960 nos Estados Unidos, com todas as suas conturbações e conflitos internos e externos, é retratado também através do trabalho da cineasta, que conseguiu traçar acontecimentos da época por intermédio do extenso repertório dos Beatles.  

 

FICHA TÉCNICA:

Direção: Julie Taymor

Roteiro: Dick Clement, Ian La Frenais, Julie Taymor

Ano de produção: 2007

Duração: 133 min

Gênero: Romance/Drama/Musical

 

Be the first to comment on "Filme com músicas dos Beatles retrata os conturbados anos 60"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×