Programas de apoio psicopedagógico são oferecidos e dão suporte aos alunos da Unifor

A proposta do PAP visa proporcionar a inclusão de estudantes nos diferentes cursos da Universidade, tendo como princípio o respeito à diversidade e a diferença


Por Isabelle Aguiar

A Universidade de Fortaleza (Unifor) oferece o Programa de Apoio Psicopedagógico (PAP) a todos centros da instituição: Centro de Ciências de Jurídicas (CCJ), Centro de Ciências Tecnológicas (CCT), Centro de Ciências da Saúde (CCS), Centro de Ciências da Comunicação e Gestão (CCG), de acordo com as denominações atuais. São os professores que acolhem, escutam, articulam e dão suporte ao aluno. Existem outros tipos de auxílios que a faculdade oferece a todos os  alunos que possuem uma necessidade, demanda, que são: apoio ao estudante, apoio psicopedagógico e apoio à carreira acadêmica. 

Há também o processo de acolhimento do aluno, onde o universitário que tenha uma dificuldade e uma condição que demandem acompanhamento vai ser apresentado ao programa. Após isso, vão existir reuniões e o interessado vai ser contactado pela assessoria psicopática. 

Segundo a professora Gleiva Rios, do curso de  Administração, da Unifor, “essa demanda chega pelo próprio estudante, às vezes chega pela  família do estudante e, algumas vezes, pelo próprio vestibular. Depois, vem primeiro o programa de apoio psicopedagógico. Todo o corpo docente oferece capacitação, como oficinas e workshops para estes alunos”.    

O atendimento, segundo a professora, é realizado de forma online e presencial para o aluno que tem alguma demanda como: diálogo, apoio, organização dos horários, acompanhamento e monitoria. É importante ressaltar que existe uma diferença de ensino de crianças, chamado pedagógico, e de adultos, chamado de andragogia. Ainda de acordo com Gleiva, os alunos participam de atividades realizadas pelos docentes, como leitura em voz alta, gravações realizadas pela equipe e avaliação escrita. 

Já a professora Ana Paula, do curso de Jornalismo, da Unifor, ressaltou que sua família é composta por educadores de ensino especial. “A inclusão no Ensino Superior foi desconsiderada durante muito tempo. É preciso que se entenda que ela é mais uma etapa da educação formal. Ela não é uma concessão. É direito! Em 2015, a Lei Brasileira de Inclusão veio, com muito atraso, garantir o acesso de todas as pessoas a uma carreira, a uma formação superior. E o sistema educacional tem que fazer o que for preciso para promover e assegurar isso”.

Rívia Perdigão, do curso de Nutrição, da Unifor, é uma das alunas que têm acompanhamento do PAP. Segundo ela, sua entrada na instituição foi gratificante e afirma que foi acolhida com respeito e simpatia. 

Segundo o psicólogo Jairo Nojosa, da equipe do PAP, o programa visa a ajudar as pessoas que apresentem algum tipo de necessidade. “O PAP tem como proposta possibilitar a inclusão na Universidade, tendo como princípio o respeito à diversidade e a diferença. Além disso, é o setor de acolhimento aos estudantes quanto a sua necessidade de ensino e aprendizagem, ou em estado de sofrimento psíquico, promovendo um espaço de acolhimento e escuta psicológica”.

Ilustração em destaque: Chate

One thought on “Programas de apoio psicopedagógico são oferecidos e dão suporte aos alunos da Unifor

  • 8 de junho de 2022 em 18:08
    Permalink

    Parabéns, Isabelle, pelo texto informativo! Parabéns ao suporte da sua universidade

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php