Número de crianças adotadas no Brasil aumentou em 2021, se comparado com 2020

A data tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância da adoção  


Por Isabel Prado e Samantha Kelly 

Nesta quarta-feira, 25, é comemorado o Dia Nacional da Adoção, data que foi estabelecida por meio do Decreto Lei 10.447, em 2002. De acordo com (M)Dados, núcleo de análise de informações do jornal Metrópoles, o número de crianças e adolescentes adotados no país aumentou em 2021. Em comparação com o ano de 2020, o crescimento foi de 11,9%.

No Brasil, adotar é o ato jurídico pelo qual alguém estabelece um vínculo de filiação com uma criança ou adolescente, independentemente de qualquer relação de parentesco consanguíneo entre adotante e adotado. Alguns requisitos devem ser considerados para que a pessoa possa adotar no território nacional, como ter a maioridade civil e ser, no mínimo, dezesseis anos mais velha que o adotando. O estado civil não é relevante no processo citado, já que pessoas solteiras também podem ser adotantes. 

Esta data visa a gerar reflexões e conscientização na sociedade em relação à importância da adoção. Segundo dados do Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento, existem atualmente, oito vezes mais pessoas aptas para adotar do que crianças disponíveis. Porém,  75% dos indivíduos só aceitariam adotar crianças entre zero e 6 anos de idade, e só 5,8% aceitariam adotar uma criança preta. Desse modo, é observado a causa de terem ainda tantas crianças sem um lar no Brasil.

Adoção é um ato de amparo e de humanidade / Foto: Pexels ( Vidal Balielo JR)

Danusa Oliveira é mãe de cinco filhos, dentre eles, duas crianças foram adotadas. Ela afirma que a adoção transformou sua vida. “É muito amor envolvido. Muitas pessoas pensam que adotar é fazer uma caridade para uma criança, mas, ao contrário, elas nos trazem alegria de viver, paz e muito amor. A adoção me fez uma pessoa melhor,” relata Danusa, residente da cidade de Tianguá e proprietária de pet shop.

As pessoas que se tornam pais, além de estarem realizando um ato de amor e de ternura, estão assumindo um dever legal de proporcionar para aquele adotando acesso à saúde, à educação, ao lazer, à segurança e a chance de conviver e criar laços fraternais com uma família. Essa ação vai assegurar para aquela criança ou jovem a chance de ter uma vida digna, com uma perspectiva saudável, diferente do que lhes foi apresentado. 

Foto em destaque: Pixabay

One thought on “Número de crianças adotadas no Brasil aumentou em 2021, se comparado com 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php