‘De memórias e recontos do Ceará: algumas histórias boas de contar’ tem lançamento presencial

Evento será realizado nesta quarta-feira, às 18 horas, na Biblioteca Estadual do Ceará


Por Samantha Kelly

As autoras Ana Luiza Rios e Rafaela Diógenes, após um ano do lançamento virtual do ebook e áudio livro “De memórias e recontos do Ceará: algumas histórias boas de contar”, lançam agora de forma presencial o projeto de literatura para a infância e juventude. A obra reconta as biografias de dez importantes personagens reais e ficcionais e de épocas diferentes da história e da cultura do estado, como Bárbara de Alencar, Bode Ioiô e Raquel de Queiroz.

Com o desejo das duas de investigar a criação de narrativas infantis colocando este público em contato com a memória do estado e experimentar o recontar de histórias inspiradas nas biografias, o projeto foi realizado com recursos do edital Arte Livre – Criação Artísticas, da Lei Aldir Blanc Ceará, da Secretaria Estadual da Cultura do Ceará.

Para a autora Ana Luiza, a ideia é compartilhar histórias, a partir de biografias ficcionalizadas de personagens instigantes / Foto: Arquivo pessoal

Sobre o objetivo do lançamento de um livro de literatura infantil e juventude sobre a história e cultura do Ceará, Ana luiza cita: “Nossa intenção é compartilhar essa história a partir de biografias ficcionalizadas de personagens que consideramos instigantes para pensar a história factual e também o imaginário de nossa cultura”. Ela ressalta também que o propósito é fazer com que o público conheça um pouco de nossa história, refletindo sobre o passado e como ele se reflete no presente.

Ao ser perguntada sobre como seria possível incentivar a busca pela cultura cearense desde a infância, Rafaela explica: “É um papel da família e da escola e criação em geral das crianças. As histórias têm um poder muito grande de inserir a gente nesses contextos culturais, a literatura em si e também a narrativa oral principalmente dentro do núcleo familiar. Acho que é uma maneira de introduzir e manter as crianças a par dessa cultura e também vivências práticas”.

Ela destaca também que no livro há uma cartilha educacional para trazer as crianças para perto dos personagens e da cidade, como propor o trajeto do Bode Ioiô e experimentar a partir da vivência delas, algumas referências e inspiração desses personagens, que fazem parte da cultura e história cearense, além de ocupar os espaços da cidade. 

Rafaela Diógenes entende que o livro é uma maneira de introduzir e manter as crianças a par da cultura e também vivências práticas / Foto: Arquivo pessoal

O processo de seleção dos personagens foi a partir do que as autoras achavam que fossem importantes de alguma maneira para a história do estado, desde o ponto de vista que elas valorizam. Assim, elas trouxeram mulheres, artistas de diferentes áreas como artes plásticas, poesia, teatro, literatura e personagens que fizeram diferença no ativismo.

O lançamento do livro acontece nesta quarta-feira, 27, às 18 horas, na Biblioteca Estadual do Ceará (Bece). No evento serão apresentados o projeto e as plataformas de acesso ao livro, seguido de conversa sobre literatura e memória cultural com a autora Ana Luiza Rios e criação narrativa para a infância e juventude.

Confira a lista dos dez personagens:

Antonieta Noronha, Bárbara de Alencar, Bode Ioiô, Dragão do Mar, Iracema, Jovita Feitosa, Mário Gomes, Nice Firmeza, Patativa do Assaré e Rachel de Queiroz.  


Serviço

Quê: Lançamento virtual do ebook e áudio livro “De memórias e recontos do Ceará: algumas histórias boas de contar”

Onde:  Biblioteca Estadual do Ceará (Bece)

Quando: nesta quarta-feira, 27, às 18 horas

Entrada gratuita

One thought on “‘De memórias e recontos do Ceará: algumas histórias boas de contar’ tem lançamento presencial

  • 27 de abril de 2022 em 20:30
    Permalink

    Parabéns e sucesso às autoras Rafaela e Ana Luiza.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php