Número de brasileiros residentes em Portugal bate recorde histórico

Em meio à crise e instabilidade no país, profissionais e estudantes deixam o Brasil mudam para terras lusitanas em busca de uma vida melhor

Por Guilherme Moreira

O número de brasileiros que busca outro país para morar cresce a cada ano e nunca foi tão elevado, pelo quinto ano consecutivo e atingiu a marca recorde de 209.072 pessoas em 2021. O resultado representa um aumento de 13,6% em relação a 2020. As informações são de março de 2022, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), da Embaixada Portuguesa.

As informações constam que por seis anos consecutivos os números de imigrantes só sobem e chegou a ser de 211 mil brasileiros em solo português, sem contar os que estão ilegalmente no país e os que possuem dupla cidadania ficam de fora dos dados oficiais, então o número final estimado é de cerca de 300 mil.

Jardim do Torel no bairro Alfama em Lisboa / Foto: Guilherme Gonsalves

Desde o ano de crescimento, 2016, para o ano atual, o número mais do que dobrou, e os brasileiros são cerca de 30% dos imigrantes em Portugal. “Pela crise que o mundo todo vive devido a covid… inflação alta, tudo caro, muito desemprego. Por isso decidi sair do Brasil e ir em busca de estabilidade, segurança e uma vida melhor para mim e minha família”, disse o funcionário público Washington Matos, que está se preparando para mudar às terras lusitanas. 

Quando perguntado sobre o porquê da escolha da “terrinha”, Matos respondeu o que leva muitos brasileiros a este país. “Escolhi Portugal por ser mais acessível, pelo idioma e pela facilidade que o país oferece aos estrangeiros. Também por Portugal ser a porta de entrada para a Europa e depois poder conhecer outros países”.

Se existem pessoas se aventurando em terras estranhas, outras buscam dupla nacionalidade portuguesa, como o caso do analista judiciário José George, neto de português, que tenta conseguir o passaporte português. “Duas coisas motivam: os laços familiares muito próximos, avô, primos, tios e as possibilidades que se abrem, considerando que Portugal integra a União Europeia”. Ele ainda afirma que existe a vontade, sim, de morar nas terras de suas raízes em busca de melhor qualidade de vida.

Dentre as principais regiões portuguesas que são escolhidas pelos brasileiros estão Sintra, Algarve, Alentejo, a Ilha da Madeira e o arquipélago dos Açores, mas o destino mais desejado é a capital. “Escolhi Lisboa para morar e trabalhar pelas oportunidades. É uma cidade muito plural cultural e profissionalmente e tem porta para tudo”, disse o brasileiro Rodrigo Miranda, que é programador e reside há alguns anos em Portugal.

Funchal, capital da Ilha da Madeira / Foto: Guilherme Gonsalves

Mesmo sendo a busca por uma vida melhor, os estrangeiros sempre irão encontrar dificuldades em se adaptar ao novo país, segundo Miranda. “O comportamento das pessoas é bem diferente no dia a dia. Existe também a questão discriminatória que, infelizmente, é uma constante. Questões raciais, xenofobia seja no trabalho, entrevista ou com as pessoas”. Os casos de discriminação contra os brasileiros aumentaram em 433% desde 2017 e os números exatos devem ser ainda maiores.

Apesar de todas as dificuldades,o programador  encontrou estabilidade em Portugal e não pretende deixar o país. “Mesmo com todos os empecilhos, não vejo o cenário de voltar, já estou muito atrelado a cidade. Por questões de segurança, dentre outras, não penso em voltar ao Brasil para morar”.

Foto em destaque: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php