Em homenagem ao dia do jornalista, NewsLink destaca a credibilidade no jornalismo

Em tempos de crise, um momento para valorizar a informação e os profissionais que fazem da imprensa um desafio diário em tempos de pós-verdade


Redação News Link

Este 7 de abril, Dia do Jornalista (criado há 91 anos pela Associação Brasileira de Imprensa – ABI, para homenagear o jornalista e médico Libero Badaró, assassinado em 1830 por inimigos políticos), traz para reflexão a credibilidade do jornalista em tempos em que a notícia, às vezes, corre mais rápido do que a ética. Tempos em que o jornalista precisa amadurecer e refletir sobre o cabo de força entre dar ou não dar uma notícia que não foi devidamente confirmada.

O Newslink procurou jornalistas e pediu que gravassem vídeos para comemorar o dia. Na gravação, sempre começando com a frase: “Credibilidade no jornalismo é…”, cada um, cada uma expressou e aprofundou a própria ideia.

RAZÃO DE SER

Jornalismo, costumam dizer os profissionais mais antigos, é para quem tem sangue de repórter na veia, para quem tem o viés da curiosidade nos seus fundamentos. E eles estão certos: as técnicas ensinadas nos cursos de jornalismo precisam se aliar ao desejo de contar uma boa história, à vontade de contar primeiro do os outros, de dar conta de uma narrativa “redonda”, que prenda a atenção e que todos entendam de primeira.

Nos últimos anos, a expansão da internet, ao mesmo tempo em que proporcionou mais acesso e maior rapidez às informações de todo o mundo, trouxe uma preocupação que paira como nuvem pesada na cabeça de jornalistas, seja qual for o seu país de origem. A sanha, a vontade incontrolável de divulgar notícias em primeira mão, não estaria colocando a credibilidade dos jornalistas em risco.

E mais, a concorrência desleal, e também tecnológica, das fake news não estaria fazendo com que o público, já duvidoso dos erros que a corrida à notícia tem gerado, ficasse receoso de que a própria mídia alimenta as notícias falsas?

Os jornalistas que se expressaram são:

Ana Márcia Diógenes, colunista do jornal O Povo; Daniella de Lavôr, apresentadora da Rádio Verdes Mares; Dina Sampaio, coordenadora de jornalismo do Sistema Jangadeiro; Eulália Camurça, produtora do Sistema Verdes Mares; Jéssica Welma, editora de Política do Diário do Nordeste; Luiz Esteves, apresentador do CE TV da TV Verdes Mares; Maristela Crispim, jornalista e editora da Agência Eco Nordeste; Mauro Costa, diretor da AD2M Comunicação; Nathália Bernardo, Diretora Geral do Otimista; Nonato Albuquerque, apresentador do Sistema Jangadeiro; Rafael Mesquita, presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Ceará (Sindjorce); Salomão de Castro, presidente da Associação Cearense de Imprensa (ACI).


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php