Com problemas para resolver no ataque, Dorival tem primeiro desafio para encarar

O time entra em campo hoje pela Sul-Americana no Castelão e treinador já tem primeira “decisão” da temporada 


Por Matheus Moreira

O técnico Dorival Júnior, contratado para o lugar de Tiago Nunes, chegou com a missão de salvar a temporada do clube cearense. O time vem de eliminações prematuras no Cearense e na Copa do Nordeste.

Mesmo assim Dorival disse em sua chegada que confia no elenco que tem e não pediu reforço para a diretoria. Hoje ele tem pela frente a estreia na Sul-Americana contra o Independiente-ARG;  o Brasileiro, quando estreia contra o Palmeiras, e na Copa do Brasil, está na terceira fase e vai enfrentar o Tombense, de Minas Gerais.

O treinador tem um problema pra resolver de imediato no time: a dificuldade em marcar gols. A maior reclamação da torcida é com a falta de gols dos atacantes. O clube contratou recentemente o atacante Matheus Peixoto por empréstimo até o fim do ano, como a grande esperança para marcar. Só que ele ainda não estreou devido a uma lesão.

O time tem uma grande deficiência ofensiva: foram 13 jogos até agora na temporada e apenas 19 gols marcados, diferentemente da parte defensiva em que nos 13 jogos realizados, apenas quatro gols sofridos pela defesa.

Dorival Júnior, novo comandante do Ceará Sporting Clube, faz sua estreia hoje contra o Independiente, da Argentina / Foto: Divulgação


Retrospectiva da temporada

O 2022 do Ceará prometia muito. O clube entraria em seu quinto ano consecutivo jogando a série A do Brasileirão, segundo ano consecutivo se classificando para a uma competição internacional, que é a Copa Sul-Americana, além, claro, de ser candidato aos títulos do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste e disputar a Copa do Brasil.

O clube iniciou o ano dando um recado para os seus torcedores, o maior orçamento da história do futebol cearense: 163 milhões de reais, 11 milhões somente para novas contratações. Três meses após o início da temporada, o clube vive uma instabilidade dentro e fora dos campos de futebol, com eliminações precoces e vergonhosas.

O time foi eliminado pelo Iguatu nas quartas de final, nos pênaltis (4×3 pro Iguatu), em sua estreia na competição. O resultado gerou uma mudança na diretoria com a demissão do gestor de futebol Jorge Macedo, junto com o preparador físico André Volpe e o auxiliar Daniel Azambuja.

O time foi eliminado na Copa do Nordeste, pelo CRB, novamente nos pênaltis(4×3), resultado que culminou na demissão do treinador Tiago Nunes e de toda sua equipe. O técnico estava no comando desde agosto de 2021: foram 32 jogos com 14 vitórias, 11 empates e 7 derrotas, com um aproveitamento de 55,2%.

Mesmo com a troca de técnicos, Dorival é um treinador experiente acostumado a lidar com situações como esta que vive o Ceará. Inclusive, em um de seus últimos trabalhos, ele pegou o Palmeiras e o salvou do rebaixamento sendo contratado no meio da temporada. 

Foto em destaque: Divulgação

2 thoughts on “Com problemas para resolver no ataque, Dorival tem primeiro desafio para encarar

  • 5 de abril de 2022 em 22:51
    Permalink

    Dorival Júnior estreou com pé direito! Grande vitória do Mais Querido diante do Independiente. Que possamos passar de fase na Sul-Americana e fazer um ótimo campeonato brasileiro. A torcida do Vozão mostrou, mais uma vez, a sua grandiosidade. Nos restar esperar que a sinergia entre a massa e os jogadores possa ser o diferencial mais uma vez.

    Ceará, tua glória é lutar!

    Resposta
  • 6 de abril de 2022 em 13:40
    Permalink

    Também gostaria de apontar a boa matéria escrita pelo grande Matheus Moreira. Fez uma ótima análise do momento do Alvinegro de Porangabuçu.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php