Edições dos Clássicos-Rei mais importantes da história recente

Centenário, o maior confronto do futebol cearense, tem chamado a atenção de todo o Brasil com partidas históricas e emocionantes nos últimos anos

Por Vinícius Gabriel e Rodrigo Osterne

O duelo que envolve Fortaleza e Ceará, as principais equipes do futebol cearense, é um clássico que costuma parar o Estado. Ultimamente, com a ascensão dos dois clubes em níveis nacionais, Leão e Vozão têm, nos últimos anos, ganhado extrema notoriedade no futebol brasileiro e protagonizado clássicos que marcaram história recentemente.

Fortaleza e Ceará passaram de coadjuvantes para protagonistas na Copa do Nordeste, quando o Leão sagrou-se campeão em 2019 e Vozão em 2020. Outros feitos históricos também fizeram crescer o grande clássico, como grandes campanhas na Série A do Campeonato Brasileiro, resultando, pela segunda vez, em uma classificação do Vozão para a Copa Sul-Americana, e o Leão para a sua primeira competição internacional, protagonizando o primeiro jogo de uma equipe cearense fora do país. Além disso, o crescimento das atenções para o Campeonato Cearense com maiores investimentos feitos pelos clubes.

Comentarista esportivo, o jornalista Mário Kempes relaciona a maior visibilidade do clássico com os bons desempenhos recentes das equipes nas competições. “Essa visibilidade crescente é proporcional ao crescimento dos dois times. O Ceará vai pro quinto ano consecutivo na Série A e o Fortaleza para o quarto, e com uma expectativa dos dois conquistarem uma vaga em uma competição internacional. Ele também atribui os méritos das atenções nacionais para o clássico às boas administrações. “Os dois clubes conseguem fazer administrações muito equilibradas e que chamam muito a atenção da turma do eixo”, afirmou.

O crescimento conjunto das duas maiores referências esportivas do Estado, fez com que Fortaleza e Ceará elevassem o nível do futebol cearense e protagonizassem jogos históricos e importantes na história recente do Clássico-Rei.

Pensando nisso, nesta edição do 5+, separamos os cinco Clássicos-Rei mais importantes dos últimos anos, ressaltando os fatores pelos quais esses jogos vão ficar marcados na história.


Fortaleza 2 x 2 Ceará – Final do Campeonato Cearense de 2015
Cassiano comemora gol histórico que deu o título cearense de 2015 ao Fortaleza / Foto: Fábio Lima /O POVO

Em 2015, Fortaleza e Ceará decidiram pelo segundo ano consecutivo o campeonato estadual. De um lado, a expectativa alvinegra de se tornar pentacampeão cearense. Do outro, o torcedor tricolor vivia um amargo jejum de quatro anos sem levantar o troféu do certame. Por ter feito uma campanha melhor dentro da competição, o Ceará tinha a vantagem de jogar por dois empates para sagrar-se campeão. No primeiro jogo, vitória tricolor por 2 a 1. No segundo, Daniel Sobralense aumentou a vantagem do Leão abrindo o placar. Já no segundo tempo, o clássico ficou emocionante, quando Ricardinho empatou e Assisinho virou a partida aos 45 do segundo tempo. Naquele momento, o título era alvinegro. No entanto, ainda havia tempo – mesmo que mínimo – para a reação tricolor. Enquanto a torcida do Vozão fazia a festa e já comemorava o pentacampeonato, Cassiano voltava a empatar a partida e trazia a taça de volta ao Pici. Assim encerrou o jogo: 2 a 2. Nesta partida, o Tricolor do Pici evitou o pentacampeonato do maior rival e encerrou um jejum de quatro anos sem títulos. 


Ceará 2 x 1 Fortaleza / Fortaleza 1 x 0 Ceará – Clássico-Rei na Série A de pontos corridos
Disputa entre o volante Fabiano, do Ceará, e o zagueiro Jackson, do Fortaleza, no primeiro Clássico-Rei da história na Série A por pontos corridos / Foto: FCO FONTENELE/O POVO

A última vez que os clubes se enfrentaram na elite do futebol brasileiro foi em 1993 quando o campeonato tinha outro formato. Neste ano, o Alvinegro venceu os dois jogos, o primeiro foi por 1 a 0, o segundo foi por 3 a 1. Em 2019, 26 anos depois, eles se reencontraram, agora no formato de pontos corridos. Nesse ano foi uma vitória para cada lado. O Vozão venceu o primeiro jogo por 2 a 1, enquanto o Tricolor do Pici venceu o segundo por 1 a 0.


Fortaleza 0 x 1 Ceará – Copa do Nordeste de 2020
Zagueiro Klaus comemorando o gol no clássico da Copa do Nordeste / Foto: Felipe Santos/cearasc.com

Em um ano atípico em decorrência da pandemia, Fortaleza e Ceará se enfrentaram em um cenário que ninguém jamais imaginaria. Uma partida única, sem público e em outro estado. Pela primeira vez na história, as duas principais equipes cearenses fizeram o maior clássico do Estado fora de seus territórios. O clássico válido pela semifinal da Copa do Nordeste de 2020 foi realizado no estádio do Pituaçu, em Salvador, e sem a presença de público, apenas dirigentes dos dois clubes. Anormalidades à parte, dentro do campo o Leão buscava o bicampeonato seguido do Nordeste, já o Vozão, buscava voltar a vencer a competição cinco anos depois. Empolgado com a boa temporada de 2019 sob o comando de Rogério Ceni, o Fortaleza se apresentava como favorito para chegar à final da competição regional. No entanto, quem abriu o placar foi o Ceará logo no começo do jogo com um gol do zagueiro Klaus. Por mais que o gol tenha sido marcado ainda nos primeiros minutos, o Vozão conseguiu manter o resultado durante toda a partida, eliminar o principal rival e garantir vaga em mais uma final de Copa do Nordeste.


Fortaleza 0 x 0 Ceará – Campeonato Cearense de 2021
Comemoração dos jogadores tricolor do título cearense de 2021 / Foto: Aurélio Alves/O POVO

Em 2020 veio a pandemia do novo coronavírus, que acabou bagunçando os calendários das competições nacionais. A volta da temporada aconteceu no segundo semestre de 2020, terminando em fevereiro do ano seguinte e menos de uma semana depois, começou a temporada 2021. Fizeram desse jeito para não atrasar mais ainda os calendários. Porém, para os dois maiores clubes do estado, as competições mais importantes eram a Copa Sul-Americana, a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste, pois o campeonato cearense tinha sido paralisado no início da segunda fase, que é quando os dois times ingressam na competição. Depois da retomada do torneio, os times fizeram boas campanhas e chegaram na final. Pela terceira vez consecutiva, a final do Cearense seria um Clássico-Rei. Porém, devido a paralisação do torneio e o Campeonato Brasileiro estando bem próximo, a final foi decidida em jogo único. O Fortaleza tinha a vantagem do empate por ter feito a melhor campanha enquanto o Ceará precisava vencer a qualquer custo. O resultado final foi 0 a 0, e o Tricolor de Aço foi campeão de forma invicta, conquistando seu tricampeonato, já que ganhou em 2019 e 2020, além conseguir seu 44º título do torneio, ficando apenas a uma conquista do arquirrival, que tem 45.


Fortaleza 3 x 0 Ceará – Copa do Brasil de 2021
Jogadores do Fortaleza comemorando o gol de David no clássico pela Copa do Brasil / Foto: Thiago Gadelha/SVM

Pela primeira vez na história, Fortaleza e Ceará se enfrentaram em uma Copa do Brasil. O clássico da competição mais democrática do Brasil, como é conhecida, foi também a partida mais valiosa, em termos financeiros, envolvendo as duas principais equipes do futebol cearense. Quem avançasse às oitavas de final da competição, embolsaria 2,7 milhões de reais. No primeiro duelo, um jogo disputado: 1 a 1. Já no segundo, uma disparidade que há muito tempo não era vista em Clássico-Rei. Uma vitória tricolor incontestável por 3 a 0, deu ao Leão a maior premiação financeira da história envolvendo um clássico e a vaga para enfrentar o CRB na fase seguinte da Copa do Brasil. Antes desse duelo, o último encontro entre as duas equipes, que acabou com uma vantagem de três gols de diferença. Foi em maio de 2013, quando o Ceará bateu o Fortaleza por 3 a 0.


Veja também:

As maiores torcidas de futebol que conquistam o Brasil e os brasileiros

One thought on “Edições dos Clássicos-Rei mais importantes da história recente

  • 17 de novembro de 2021 em 18:22
    Permalink

    Muito bom. Parabéns, Vinicius! Parabéns, Rodrigo!

    Resposta

Deixe um comentário para Carlos Enrique Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php