Após eliminação, Fortaleza é o recordista cearense em premiações na Copa do Brasil

Dentre os quatro melhores times da competição, o Tricolor do Pici foi o único que veio da primeira fase, conseguindo um feito na história do clube

Por Vinícius Gabriel

O ano do Fortaleza está sendo surpreendente. O tricampeão cearense está no G4 do Campeonato Brasileiro, podendo ir à Libertadores, e chegou às semifinais da Copa do Brasil pela primeira vez em sua história. Apesar de ter sido eliminado da competição para o Atlético-MG, o Leão do Pici além de ter chegado longe na competição, conquistou a premiação recorde para o futebol cearense.

Por ter sido a única equipe que avançou desde a primeira fase da competição, o Tricolor de Aço arrecadou R$ 17,2 milhões, montante que se tornou o recorde do futebol cearense na competição, desde a mudança de bonificação. O anterior havia sido do Ceará que, em 2020, somou R$ 11,3 milhões.

O clube se livrou, ainda, do azar das duas últimas participações na competição, já que caiu nas quartas de final para o Athletico-PR, em 2019, e para o São Paulo, na mesma fase, em 2020, sendo que, pelo regulamento ser diferente nos dois anos, o time entrou no torneio nesta fase, já que ganhou a Série B nacional em 2018 e a Copa do Nordeste, em 2019.

Com a meta de chegar às oitavas em 2021, supera o objetivo interno e fica entre os quatro melhores do torneio, um feito inédito que ajudou bastante os cofres do clube.

Foto em destaque: Divulgação/Pedro Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php