Especialista aponta inovação como a saída de um estado mental para outro inédito

Artur Igreja analisa tópicos como a desmistificação do conceito de inovar e dá dicas para consolidar uma carreira do profissional do futuro

Por Rebeca Rodrigues

O profissional do futuro, tecnologia e, em particular a inovação, que é questionar o tempo inteiro. Estas foram algumas das reflexões que Arthur Igreja, especialista em tecnologia, inovação e tendências, apresentou na palestra que fez na última quinta-feira, à noite, no Mundo Unifor, tratando de “Inovação, Tecnologia e o profissional do futuro”. O encontro teve a mediação do professor Jackson Savio, diretor do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT), da Universidade de Fortaleza.

Inovação foi tema chave da palestra que é, para o especialista “a grande paixão”. Igreja afirmou que a inovação se trata de “encontrar um caminho diferente daquele que você estava usando até hoje, e que trará resultados melhores”, e não necessariamente uma ideia completamente inédita.

Autor do livro sobre inovação “Conveniência é o nome do Negócio”, afirmou que, nos últimos anos, tem-se falado mais da “disrupção”, as grandes invenções tecnológicas que mudaram os modelos de negócios em escala global, e que isso tem deixado muitas pessoas apreensivas por não saberem se podem ter ideias dessa magnitude.

Para Igreja, muitas empresas atualmente estão presas ao passado e entregam experiências medíocres aos seus consumidores, e pequenas mudanças com tecnologias disponíveis, já são o suficiente para entregar resultados melhores. Destacou também que o usuário procura um produto fácil de usar, e não o mais avançado tecnologicamente. “O consumidor não quer necessariamente mais tecnologia. A tecnologia boa é a tecnologia invisível, é aquela que o usuário não precisa aprender.”

O palestrante citou como exemplo ‘a máxima do Titanic’, como empresa de navio grande que afundou, embora novos cruzeiros sejam quatro vezes maiores do que o Titanic / Foto: Reprodução internet

Outro ponto importante é a resistência de muitas empresas em adotar novos modelos. Ele comentou sobre a ansiedade que alguns profissionais apresentam com a introdução de novas tecnologias: “O despreparo te leva à falta de confiança, e a falta de confiança te leva a sabotar as coisas. Para alavancar mudanças na carreira, é preciso uma fase educacional e de acolhimento para desarmar esse tipo de coisa. (…) O que importa é o conteúdo, não o canal de transmissão. Grande parte dos problemas que nós temos em nossas carreiras ocorrem porque estamos apaixonados pela forma, e não pelo conteúdo.”

Palestrante em mais de 150 eventos por ano em todo o mundo, ele é co-fundador da plataforma AAA com Ricardo Amorim do Manhattan Connection, com formação na área de administração e gestão empresarial, Igreja trouxe uma visão otimista para o cenário econômico nacional e destacou o quanto a pandemia acelerou o avanço tecnológico e a melhoria contínua no País.

O Mundo Unifor é um evento promovido pela Universidade de Fortaleza bienalmente que busca promover debates com olhares científicos e culturais sobre temas relevantes para a sociedade com a participação de profissionais das mais diversas áreas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php