Conass divulga nota em defesa do mantimento das máscaras por toda a população

Em nota divulgada nesta sexta-feira, 8, o Conselho atenta para a importância do uso contínuo da proteção facial

Por Carlos Enrique e Gabriel Gago

O Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) publicou uma nota, nesta sexta-feira, 8, em que aponta a necessidade do mantimento das máscaras faciais como elemento crucial para o combate à pandemia de Covid-19. O presidente do conselho, Carlos Lula, assina o documento.

Segundo o presidente do Conass, que acumula o cargo de secretário de Saúde do Maranhão, a alavancagem no número de imunizados no Brasil não diminui a importância do uso da proteção facial.

No comunicado, Lula afirma que a entidade “sente-se no dever de apelar a todos os gestores do Sistema Único de Saúde para que mantenham seu uso de caráter obrigatório, nos moldes atuais, como estratégia indispensável ao sucesso de nossos esforços contra a pandemia”.

A Conass cita exemplos de países que dispensaram o uso de máscaras para aqueles vacinados e que recuaram da decisão. O documento atenta que as nações que assim agiram “tiveram recrudescimento importante do número de casos e de óbitos, obrigando-os a retroceder”.

Em nota enviada ao portal NewsLink, a Secretaria da Saúde do Ceará informa que as decisões exercidas sobre a pandemia são pautadas por estudos epidemiológicos. Ademais, a pasta afirma não estar sendo discutida a eventual desobrigação do uso das máscaras. “Nenhuma flexibilização referente ao não uso de máscaras de proteção é cogitada no momento, tendo em vista não haver contexto sanitário favorável no Estado”, afirma.

O Conass também atenta que outras medidas não farmacológicas, como a lavagem constante das mãos e o distanciamento social, continuam indispensáveis.

Foto em destaque: Aurélio Alves/O POVO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

css.php