5+ mitologias da humanidade

por Clariana Matias

A mitologia é a ciência que estuda os mitos, deuses e lendas. É um conjunto de mitos e formas que os povos antigos encontraram para explicar a sua realidade da época em que viveram, por isso ela diz bastante a respeito da cultura, do comportamento e tradições das antigas civilizações. Existem diversos tipos de mitologias e o Jornalismo NIC vai apresentar cinco delas. 

Mitologia Grega

A Mitologia Grega reúne um conjunto de lendas e mitos criados pelos gregos da antiguidade. Alguns estudiosos modernos acreditam que entender os mitos gregos é o mesmo que lançar luz sobre a compreensão da sociedade grega antiga, seu comportamento e práticas ritualísticas. Os deuses da Mitologia Grega eram retratados como semelhantes aos humanos, em fisionomia e sentimentos. A criação das suas narrativas foram criadas de forma a preservar a história do povo grego. Alguns dos principais mitos da Grécia Antiga são: “O mito da criação do mundo”,  “O nascimento dos 12 Titãs” e “O mito de Pandora”.


Mitologia Nórdica

Também pode ser chamada de mitologia germânica, mitologia viquingue ou mitologia escandinava e é o conjunto de lendas pré-cristãs dos povos escandinavos e nórdicos (povos da Suécia, Noruega e Dinamarca, Finlândia e Islândia), na Era Viking (793-1066). Muitos filmes, séries e quadrinhos foram inspirados na mitologia nórdica, como o de Thor. Suas lendas foram passadas através da oralidade de geração em geração entre seus povos. Seus principais mitos são “O mundo dos deuses nórdicos foi criado com ‘partes do corpo’”, “Thor já se vestiu de noiva” e “Odin arrancou o próprio olho”. 


Mitologia Egípcia

A mitologia egípcia é a coleção dos mitos do antigo Egito, suas histórias descrevem as ações dos deuses egípcios como uma forma de compreender o cosmos. Os deuses egípcios possuíam características humanas e muitos deles possuíam o poder de transformação. As divindades egípcias eram caracterizadas pelos conceitos:  zoomorfismo (formas de animais) ou antropomorfismo (formas de animais e homens). Suas lendas tiveram grande importância para o imaginário dos egípcios, pois explicam fenômenos ainda desconhecidos pela ciência. Suas principais lendas são: “A lenda de Sinuhé”, “A lenda de Ísis e os sete escorpiões” e “Dyoser do faraó e o dilúvio do Nilo”.


Mitologia Romana

Suas histórias foram baseadas em relatos sobre a origem de Roma, dos deuses, dos homens e dos fenômenos da natureza. Ao contrário dos gregos, os romanos não especularam sobre a origem dos deuses, mas cumpriam os rituais com precisão para garantir a harmonia com cada um dos deuses, pois acreditavam que homens e deuses deveriam viver em harmonia. Antes do crescimento do cristianismo na Roma Antiga, a religião do povo era politeísta, ou seja, adoravam mais de uma divindade. Assim como na mitologia grega, os deuses romanos tinham características físicas e sentimentais como a dos humanos, porém eles não tinham contato direto com os homens. As principais histórias da mitologia romana são: “Mito de Júpiter e a Abelha”, “História de Enéias” e “Plutão e o rio Styx”.


Mitologia Japonesa

A mitologia japonesa tem uma história que perpetua há mais de dois mil anos e explica a criação dos deuses, como o mundo foi criado e a origem dos imperadores japoneses. Suas histórias estão presentes em dois livros, OKOJIKI e NIHONSHOKI, porém, é possível encontrar certas diferenças entre eles. Essa mitologia inclui um grande número de deuses, deusas e espíritos. Suas principais histórias são: “O mito da criação”, “O Mito do Sol, da Luz e do Vento” e “A lenda de Inari e a espada do imperador”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php