Grammy Awards 2021: The Weeknd não é indicado e Beyoncé concorre a nove categorias

por Raquel Sant’Ana

As indicações para a 63ª Premiação do Grammy foram anunciadas nesta terça-feira (24). Dentre os indicados, Beyoncé destaca-se com nove indicações. Taylor Swift, Dua Lipa e Roddy Rich aparecem logo em seguida, com seis indicações cada.

Representando o Brasil, Bebel Gilberto foi indicada à categoria Melhor Álbum Global com “Agora” e Chico Pinheiro concorre a Álbum de Jazz Latino com “City of Dreams”.

Entre os estreantes estão Harry Styles, na categoria de Melhor Clipe, e BTS, em Melhor Performance Pop em Dupla/Grupo.

Repercussões

Para a surpresa dos fãs, o canadense The Weeknd não recebeu nenhuma indicação, mesmo após ganhar o VMA (Video Music Award) de Melhor Clipe e Melhor Clipe R&B do Ano. Seu álbum “After Hours” é o mais aclamado de sua carreira e levou a música “Blinding Lights” à primeira colocação da Hot 100 da Billboard. Fãs do cantor acusam o Grammy de racismo. 

Em apoio, a cantora e rapper Nicki Minaj publicou tweet em sua conta oficial lembrando de sua experiência no Grammy.

Nunca esqueçam que o Grammy não me deu meu prêmio de Melhor Artista Revelação quando eu tinha sete músicas simultâneas na Billboard e a maior primeira semana [de estreia] que qualquer rapper feminina na última década – inspiração para uma geração. Eles deram para o homem branco Bon Iver. #PinkFriday” (Tradução do tweet)

A artista se refere à premiação de 2012, em que concorria à categoria com Bon Iver, Skrillex, J. Cole e The Band Perry. Mesmo nomeada mais nove vezes ao Grammy, a rapper ainda não venceu nenhuma categoria.

Em resposta à falta de indicações, The Weeknd  publicou em seu Twitter oficial:

O Grammy continua corrupto. Vocês devem à mim, meus fãs e a indústria transparência…” (Tradução do tweet)

Justin Bieber foi outro artista que fez críticas ao Grammy, questionando em seu Instagram a indicação de seu álbum “Changes” à categoria de Melhor Álbum Vocal de Pop.

Publicação de Justin Bieber em seu Instagram oficial (@justinbieber)

“Ao Grammy, estou lisonjeado por ser reconhecido e apreciado pela minha arte. Eu sou muito meticuloso e intencional com a minha música. Com isto dito, eu tinha decidido em fazer um álbum R&B. “Changes” foi e é um álbum R&B. Ele não está sendo reconhecido como um álbum R&B, o que é estranho para mim. Eu cresci admirando música R&B e desejava fazer um projeto que incorporasse esse som. Para o álbum não estar nessa categoria parece estranho, considerando os acordes, as melodias, o estilo vocal, até as batidas de Hip Hop que foram escolhidas, é inegavelmente e sem dúvidas um álbum R&B! Para ser claro, eu absolutamente amo música Pop, mas não é o que eu tinha decidido criar neste momento. Minhas gratitudes por me sentir respeitado pelo meu trabalho continuam e eu estou honrado pela nomeação de qualquer forma.” (Tradução da post

A premiação está prevista para o dia 31 de janeiro de 2021, mas ainda não há informações sobre a cerimônia, visto as restrições de biossegurança por conta da pandemia de Covid-19.

Confira as indicações das principais categorias.

Álbum do Ano

“Chilombo,” Jhené Aiko

“Black Pumas (Deluxe Edition),” Black Pumas

“Everyday Life,” Coldplay

“Djesse Vol. 3,” Jacob Collier

“Women in Music Pt. III,” Haim

“Future Nostalgia,” Dua Lipa

“Hollywood’s Bleeding,” Post Malone

“Folklore,” Taylor Swift


Gravação do Ano

“Black Parade,” Beyoncé

“Colors,” Black Pumas

“Rockstar,” DaBaby feat. Roddy Ricch

“Say So,” Doja Cat

“Everything I Wanted,” Billie Eilish

“Don’t Start Now,” Dua Lipa

“Circles,” Post Malone

“Savage,” Megan Thee Stallion


Música do Ano

“Black Parade,” (performado por Beyoncé)

“The Box,” (performado por Roddy Ricch)

“Cardigan,” (performado por Taylor Swift)

“Circles,” (performado por Post Malone)

“Don’t Start Now,” (performado por Dua Lipa)

“Everything I Wanted,” (performado por Billie Eilish)

“I Can’t Breathe,” (performado por H.E.R.)

“If the World Was Ending,” (performado por JP Saxe feat. Julia Michaels)


Melhor Artista Revelação

Ingrid Andress

Phoebe Bridgers

Chika

Noah Cyrus

D Smoke

Doja Cat

Kaytranada

Megan Thee Stallion


Melhor Álbum Vocal de Pop

“Changes,” Justin Bieber

“Chromatica,” Lady Gaga

“Future Nostalgia,” Dua Lipa

“Fine Line,” Harry Styles

“Folklore,” Taylor Swift


Melhor Álbum de Rock

“A Hero’s Death,” Fontaines D.C.

“Kiwanuka,” Michael Kiwanuka

“Daylight,” Grace Potter

“Sound & Fury,” Sturgill Simpson

“The New Abnormal,” The Strokes


Melhor Álbum de Música Alternativa

“Fetch the Bolt Cutters,” Fiona Apple

“Hyperspace,” Beck

“Punisher,” Phoebe Bridgers

“Jamie,” Brittany Howard

“The Slow Rush,” Tame Impala


Melhor Álbum R&B Progressivo (antigo Melhor Álbum Urbano Contemporâneo)

“Chilombo,” Jhené Aiko

“Ungodly Hour,” Chloe X Halle

“Free Nationals,” Free Nationals

“____ Yo Feelings,” Robert Glasper

“It Is What It Is,” Thundercat


Melhor Álbum de Rap

“Black Habits,” D Smoke

“Alfredo,” Freddie Gibbs e the Alchemist

“A Written Testimony,” Jay Electronica

“King’s Disease,” Nas

“The Allegory,” Royce Da 5’9″


Melhor Álbum Pop Latino ou Urbano

“YHLQMDLG,” Bad Bunny

“Por Primera Vez,” Camilo

“Mesa Para Dos,” Kany García

“Pausa,” Ricky Martin

“3:33,” Debi Nova

Clique aqui para acessar a lista completa das indicações do Grammy 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php