TSE aumenta em 1 hora horário para votar

Por Victor Mandarino

A pandemia causada pelo COVID-19 afetou de várias maneiras a sociedade. Com o distanciamento social implementado como medida preventiva, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adotou estratégias de biossegurança para levar os eleitores às urnas de forma segura nas eleições municipais de domingo. 

O  TSE ampliou o horário de votação nas Eleições 2020 em uma hora mais cedo. Os eleitores irão às urnas de 7 horas às 17 horas (considerando o horário local) no primeiro turno, marcado para esse domingo, 15, e onde for necessário o segundo turno, programado para 29 de novembro.

A ampliação do horário de votação foi definida já em agosto.  O horário de 7h às 10 horas foi reservado para pessoas acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco. Contudo, se preferirem, podem ir no horário convencional.

Passo a Passo para votar

Algumas  medidas de prevenção foram tomadas para que não haja aglomeração no local de votação. Acompanhe no infográfico abaixo as principais ações de prevenção para o domingo:

Infográfico: Victor Mandarino

Documentos

Para votar é necessário apresentar ao mesário  um documento com foto, poder ser  Carteira Nacional de Habilitação, RG ou  passaporte. Também é  importante levar o título de eleitor. Nos últimos anos, o processo de votação foi  facilitado devido à digitalização do título de eleitor, disponível gratuitamente no  aplicativo e-título.

Mesmo se o eleitor perder o título e não tiver acesso ao app , basta levar algum documento com foto. O comprovante de votação só será entregue para quem solicitar ao mesário. É importante lembrar que não é possível conseguir o comprovante pela internet e sequer existe segunda via.  Em caso de perda, o eleitor pode pedir a certidão de quitação em um cartório eleitoral ou pelo site do TSE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php