5+ Treinadores estrangeiros que trabalharam no futebol brasileiro

por José Bessa

O Brasil é um dos países mais reconhecidos quando se fala de futebol. Em parte, por causa de  seu histórico de treinadores vitoriosos e respeitados, como Telê Santana, Muricy Ramalho e Luiz Felipe Scolari, e  jogadores que tornaram-se técnicos, como Zagallo e Cuca.

Contudo, apesar de possuir uma série de bons técnicos em seu repertório, existe um conservadorismo no futebol brasiliero quando se fala na contratação de treinadores estrangeiros. Um argumento é que técnicos do exterior não sabem trabalhar em competições futebolísticas do Brasil. M, ao analisar a história do futebol nacional, é possível notar a existência de treinadores estrangeiros que obtiveram bons resultados  no País. 

Sabendo disso, o JornalismoNIC separou esta lista com treinadores estrangeiros que fizeram sucesso na nossa terra.

Jorge Jesus

Jorge Jesus, treinador do Flamengo em, durante o segundo tempo da semi-final entre Flamengo e Grêmio da Copa CONMEBOL Libertadores. Estádio do Maracanã em 23 de outubro no Rio de Janeiro. (Photo de Miguel Schincariol/Getty Images)

Famoso na Europa pelo  seu trabalho no Benfica, de Portugal, o técnico português foi contratado pelo Flamengo em 2019 com o objetivo fazer o clube carioca ser uma grande potência no futebol brasileiro, juntamente com o grande investimento feito em contratações de jogadores naquele mesmo ano. 

Apesar de ter um início conturbado, com a eliminação do  Flamengo da Copa do Brasil, Jesus trouxe  ao time rubro-negro um desempenho que nenhuma outra equipe no país conseguiu igualar. Enquanto foi treinador do clube carioca, foram conquistados cinco títulos: Campeonato Brasiliero 2019, Libertadores 2019, Recopa Sul-Americana 2020, Supercopa do Brasil 2020 e Campeonato Carioca de 2020. Seu aproveitamento foi de 81,6%, com 58 partidas jogadas, 44 vitórias, 10 empates e 4 derrotas. 


Jorge Sampaoli    

Sampaoli durante partida entre Flamengo e Santos durante o Campeonato Brasileiro de 2019. Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro em 14 de setembro de 2019. (Foto: NAYRA HALM/FOTOARENA)

Reconhecido por seu trabalho na seleção chilena, o treinador argentino assumiu o comando técnico do Santos Futebol Clube em 2019, período em que começou uma crise financeira no time paulista que perdura até os dias de hoje e dificultou a contratação de jogadores para a disputa da temporada.

Porém, mesmo com as limitações financeiras e com o principal rival daquele ano, o Flamengo de Jorge Jesus, que se encontrava com um nível técnico superior,  o Santos comandado por  Sampaoli foi um dos poucos times a enfrentar igualmente o clube carioca.  A equipe foi uma das que tiveram melhor desempenho dentro do campo e foi vice-campeã do Campeonato Brasileiro de 2019, quando disputou 40 jogos, obteve 22 vitórias, 10 empates e 8 derrotas. 

Até a conclusão desta matéria, o treinador está no comando do Atlético Mineiro e segue sendo um dos melhores treinadores do Campeonato Brasileiro. Mas, desta vez, o argentino busca o seu primeiro título no futebol brasileiro. 


Diego Aguirre

Diego Aguirre (Foto: Reprodução)

Conhecido no futebol brasileiro enquanto jogador do Internacional em 1988 e 1989, o uruguaio voltou ao clube gaúcho em 2015, mas dessa vez para ser treinador. Ele teve  28 partidas disputadas, 12 vitórias, 8 empates e 8 derrotas. Com o seu comando, a equipe conseguiu ser campeã do Campeonato Gaúcho daquele mesmo ano e chegou às semifinais da Copa Libertadores, quando foi desclassificada pelo Tigres, do México.   

Além de trabalhar no time do Rio Grande do Sul, Aguirre também esteve no comando técnico do São Paulo, em 2018, quando  passou parte do Campeonato Brasileiro ocupando a primeira posição da tabela. Porém, com a limitação do elenco que possuía naquele ano, o clube paulista terminou a competição na quinta colocação da competição. 


Charlie Williams

Charlie Williams (Foto: Reprodução)

Ex-goleiro e treinador da seleção dinamarquesa nas Olimpíadas de 1908, em Londres, o britânico assumiu o comando técnico do Fluminense Football Club, em 1911, sendo um dos primeiros treinadores estrangeiros a fazer sucesso no futebol brasileiro. 

Em sua passagem pelo Tricolor das Laranjeiras, Williams conquistou os Campeonatos Carioca dos anos  1912 e 1924, época em que uma competição estadual tinha maior reconhecimento em relação aos dias atuais. Também fez parte do primeiro Fla-Flu, um dos clássicos futebolísticos mais reconhecidos no país, em 7 de julho de 1912.  

Além disso, o Charlie Williams ainda foi treinador do Botafogo, Flamengo e América-RJ, pelo qual também foi campeão do Campeonato Carioca de 1928. 


Ricardo Díez

Ricardo Díez (Foto: Reprodução)

O uruguaio e ex-jornalista chegou ao Brasil em 1936 para ser treinador do Grêmio Santanense, do Rio Grande do Sul, pelo qual foi vencedor  no Campeonato Gaúcho de 1937. Após seu sucesso na equipe gremista, o técnico teve passagem pelo Cruzeiro, Santos, Inter, Náutico e Bahia, mas só voltou a ser campeão em 1941, quando  treinava o Sport Club Recife e venceu invicto o Campeonato Pernambucano daquele ano. 

Contudo, o maior destaque de Díez foi em suas duas passagens pelo Clube Atlético Mineiro, quando conquistou os Campeonatos Mineiros de 1949, 1950, 1955 e 1956.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php