5+ Histórias em Quadrinhos para Jornalistas

por Raquel Sant’Ana

A história em quadrinho é um gênero artístico familiar para diversas faixas etárias, principalmente entre os fanáticos de super-heróis. Mesmo quem nunca leu um quadrinho conhece personagens como Super-Homem e Homem-aranha, pessoas com poderes inimagináveis capazes de fazer o impossível.

Mas a arte sequencial vai além da fantasia e vem se popularizando, principalmente nos últimos anos, como narrativa jornalística. Desde o século XIV, os quadrinhos e ilustrações são usados pelo jornalismo impresso como apoio visual às notícias e reportagens. O gênero ganhou maior destaque no começo dos anos 1990 graças ao sueco Art Spielgman e sua obra “Maus”, ganhadora do Prêmio Pulitzer. O termo Jornalismo em Quadrinhos, no entanto, só foi usado pela primeira vez em 1994 pelo jornalista e ilustrador maltês Joe Sacco, autor de “Palestina”. 

Pensando no gênero, selecionamos cinco obras da 9ª arte para encantar profissionais e estudantes de jornalismo e qualquer fã de quadrinhos.

O quadrinho “Meninas em Jogo” expõem a exploração sexual de mulheres e meninas no estado do Ceará durante a Copa do Mundo de 2014 (imagem: Alexandre de Maio | Meninas em Jogo)

Meninas em Jogo, de Alexandre de Maio e Andrea Dip

Meninas em Jogo foi a primeira reportagem em quadrinhos realizada pela Agência Pública. Nela, a repórter Andrea Dip e o quadrinista Alexandre de Maio expõem o intrincado esquema de exploração sexual de meninas no Ceará, durante a Copa do Mundo de 2014, e a leniência no combate por parte dos órgãos oficiais. 

Durante a leitura, é possível acompanhar o processo de apuração e investigação da reportagem, registrado pelos autores por meio de anotações e registros fotográficos. Por conta doa tema abordado, a narrativa em quadrinhos também foi um interessante elemento para proteção da identidade das fontes.

 

Editora: Pública – Agência de Jornalismo Investigativo

Autores: Alexandre de Maio e Andrea Dip

Preço: gratuito

Número de páginas: 40

Ano de lançamento: 2014

Disponível em A Pública – Agência de Jornalismo Investigo ou pelo Dropbox

 

“São Francisco” mistura ilustração e fotojornalismo para contar histórias verídicas de pessoas que vivem do rio (imagem: Gabriela Gullich e João Velozo | São Francisco)

São Francisco, de Gabriela Gullich e João Velozo

O projeto surgiu através da parceria entre a jornalista e quadrinista Gabriela Gullich e o fotojornalista João Velozo que juntaram jornalismo, fotografia e histórias em quadrinhos para explorar histórias reais sobre a obra de transposição do Rio Francisco. Durante 15 dias os jornalistas cruzaram o estado de Pernambuco, percurso de mil quilômetros que começa em Belém de São Francisco (PE) e termina em Monteiro (PB).

O Velho Chico, como também é conhecido o rio, é apresentado na obra através de três pilares: a água, a seca e a obra. No decorrer do trabalho, desenhos e fotografias se misturam e se intercalam para criar uma narrativa sensível e envolvente.

 

Editora: publicação independente

Autores: Gabriela Gullich e João Velozo

Preço: R$ 25

Ano de lançamento: 2019

Disponível para compra através deste formulário

 

“Mas por que essas pessoas não se sentem seguras perto de um policial fardado?” (imagem: Editora Draco)

Socorro! Polícia!, de Amanda Ribeiro e Luiz Fernando Menezes

“Mas por que essas pessoas não se sentem seguras perto de um policial fardado?”, essa pergunta simples, mas pertinente, é a base para as investigações dos jornalistas Amanda Ribeiro e Luiz Fernando Menezes. Procurando respostas, os repórteres pesquisaram dados, teses e livros, e entrevistaram especialistas e pesquisadores em segurança pública e dezenas de policiais militares.

A reportagem traz diversas questões em volta do tema, desde a violência excessiva contra a população até as condições de trabalho insalubres dos polícias. E mais: como a mídia, a educação e o desemprego interferem na problemática?

 

Editora: Draco

Autores: Amanda Ribeiro e Luiz Fernando Menezes

Preço: R$39,90

Número de páginas: 160

Ano de lançamento: 2018

 

O Mundo de Aisha intercala os desenhos de Bertotti com as fotogrias de Montanari, também responsável pelas entrevistas (imagem: Ugo Bertotti | O Mundo de Aisha)

O Mundo de Aisha – A revolução Silenciosa das Mulheres do Iêmen, de Ugo Bertotti e Agnes Montanari

Assim como São Francisco, O Mundo de Aisha também mistura arte sequencial e fotojornalismo, mas desta vez para explorar as mulheres muçulmanas no Iêmen, no Oriente Médio.

Na obra, somos apresentados aà três personagens: Sabiha, que secretamente se debruça sem véu na janela de casa; Hammeda, empreendedora no ramo da hotelaria, mãe e viúva; e a jovem trabalhadora Aisha. Nas três histórias, observamos os pequenos mas poderosos atos de rebeldia destas mulheres – e a violência que elas recebem comoem resposta.

 

Editora: Nemo

Autores: Ugo Bertotti e Agnes Montanari

Tradução: Fernando Scheibe

Preço: R$ 39,90

Número de páginas: 144

Ano de lançamento: 2015

 

Notas de Gaza é o primeiro quadrinho em que Joe Sacco, precursor do gênero, precisa reconstituir acontecimentos que não presenciou (imagem: Quadrinhos na Cia.)

Notas sobre Gaza, de Joe Sacco e traduzido por Alexandre Boide

No gênero de jJornalismo em quadrinhos, Joe Sacco é um nome de destaque. Seu trabalho mais conhecido é Palestina, de 1994, país quedo qual o autor revisita em Notas sobre Gaza. Diferente da sua obra anterior, em que Sacco retrata conflitos que ele próprio presenciou, em Notas sobre Gaza ele reconstitui dois episódios ocorridos quase 50 anos atrás. 

Em novembro de 1956, forças israelitas assassinaram pelo menos 386 palestinos nas cidades de Khan Yunis e Rafah, mas os relatórios oficiais da Organização das Nações Unidas e do Governo de Israel sobre os acontecimentos são inconsistentes. De acordo com os palestinos, as duas cidades foram massacradas pelas forças israelitas.

O desafio de reconstruir os eventos é grande: já se passaram anos desde os episódios e os sobreviventes são poucos e de idades avançadas, além das inconsistências nas falas de palestinos e israelitas.

 

Editora: Quadrinhos na Cia

Autores: Joe Sacco

Tradução: Alexandre Boide

Preço: R$ 58,30

Número de páginas: 432

Ano de lançamento: 2010

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php