Atletas adaptam o espaço de suas casas para otimizar treinamentos durante a quarentena

Por Bruno Oliveira

O período de quarentena e reclusão social está causando mudanças e adaptações constantes na rotina de toda a população brasileira e também mundial. O fato é que a vida que muitas pessoas tinham antes da chegada do novo coronavírus, hoje não é mais possível. Porém, buscando aproximar-se ao máximo do estilo de vida que antes levavam, é possível notar adaptações feitas para buscar semelhanças com a vida de antigamente.

Um dos casos mais notórios dessa adaptação é a nova rotina no treino de atletas, sejam profissionais ou amadores. Corredores, jogadores ou atletas de crossfit tiveram a necessidade de adaptar o espaço em que treinavam antes, na maior parte dos casos a academia, para o espaço da sua própria casa e, assim, continuar mantendo o ritmo de treinos que estavam acostumados.

Otimizando os treinamentos

Amanda e Gabriel correndo de máscara na área do prédio. Foto: Arquivo Pessoal

Os atletas de corrida profissional Amanda Vieira e Gabriel Lobo são exemplos de esportistas que buscam adaptar e otimizar o espaço da própria residência, além de aproveitar  a área livre do próprio condomínio onde o casal mora para realizar seus treinamentos. Eles contam que todo dia realizam diferentes treinamentos, seja assistindo a alguma aula disponível no Youtube ou em treinos enviados de forma online pela assessoria do casal.

“Nossos treinos de ritmo, musculação e fortalecimento todos são realizados na varanda de casa. A corrida é realizada no térreo do prédio e na garagem”, finalizam.

Porém, não são apenas os atletas profissionais que também buscam continuar mantendo uma rotina de treino contínua. Os amadores também buscam manter a forma física durante a quarentena, como é o caso de Fernando Lima, empreendedor e praticante de crossfit. “Eu procuro treinar dentro da minha própria casa, pois tento evitar ao máximo ir para área comum do prédio e me expôr”, explica. “Então eu adquiri uma barra e alguns pesos para auxiliar os treinamentos dentro de casa”, finaliza.

Adquirindo equipamentos

Fernando Lima. Foto: Arquivo Pessoal

É comum notar que muitos atletas durante esse período de reclusão social viram-se forçados a adquirir seus próprios equipamentos que antes só possuíam acesso através das academias. O Casal Corredor, Amanda Vieira e Gabriel Lobo, contam que logo no início da quarentena já se anteciparam para comprar acessórios de treino, pois já tinham visto os casos avançando na China, Itália e Estados Unidos.

“A gente percebeu que existem muitas pessoas que estão alugando ou comprando os próprios equipamentos. Já vi pessoas alugando bicicletas ergométricas para treinar em casa ou comprando equipamentos próprios. A gente se adiantou e adquirimos colchonete e caneleira em uma loja de materiais para academia próximo a nossa residência, mas também notamos que muitos exercícios podem ser feitos com o peso do próprio corpo”, explicam Amanda e Gabriel.

O caso de Fernando foi um pouco diferente. O empreendedor optou por outros equipamentos, pelo fato de treinar Crossfit, e contou que eles podem ser encomendados pelo site de algumas lojas que oferecem o serviço de entrega. “Eu adquiri uma barra, quatro anilhas, um dumbbel e um colchonete”, explica. “As pessoas podem adquirir esses equipamentos em lojas de artigos esportivos que disponibilizam todos esses equipamentos para a entrega”, conclui.

Treinos monitorados

Amanda e Gabriel também sofreram algumas mudanças em relação ao acompanhamento dos seus treinos que são monitorados de perto por uma consultor. Por conta da pandemia, os treinos de corrida, que antes eram realizados na beira-mar, ficaram mais restritos e não puderam mais ser realizados ao ar livre.

 “A nossa consultoria, hoje, realiza reuniões online de 30 a 40 minutos, no dia dos nossos treinos, onde os nossos treinadores acompanham o treino realizado pelo aluno. Além disso, a consultoria também realiza nossos treinos via aplicativo, onde eles mandam toda a sequência de exercícios para realizarmos”, explica o casal.

Fernando também possui uma rotina de treinos acompanhado por um especialista. Ele conta que com o auxílio do seu treinador e os equipamentos que adquiriu para realizar os treinamentos. “Diariamente eu recebo os exercícios a serem cumpridos no whatsapp pelo meu treinador ou, então, posso ter acesso a ele através de um grupo, também no whatsapp, do meu próprio box (de crossfit). Assim, consigo realizar meus treinos em casa”, explica Fernando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php