Demon Slayer é um dos maiores fenômenos de mangás deste ano

Por Thomás Regueira

 

Demon Slayer (Matador de Demônios, em tradução livre), ou Kimetsu no Yaiba, em japonês, é um dos maiores – se não o maior – fenômeno de mangás de 2019. A série iniciada em junho de 2016 é escrita e ilustrada por Koyoharu Gotōge e atualmente conta com 17 volumes. O grande sucesso se deve ao anime adaptado da história dos mangás que, além de contar uma história com personagens cativantes, possui um traço de animação de altíssima qualidade, principalmente no episódio 19. A série é do gênero shounen (menino, em japonês), ou seja, é mais voltado para o público masculino e é focado em lutas e bastante ação.

A primeira temporada do anime terminou com 26 episódios e a continuação está programada para acontecer por meio de um filme, com estreia prevista para 2020, sem data específica. O longa-metragem vai conter o “arco do trem” (um novo ambiente) do mangá. 

Sinopse

Capa do primeiro volume do mangá de Demon Slayer. Foto: Reprodução

O enredo se passa na época do Japão feudal, por volta do começo do século XX, onde as pessoas viviam majoritariamente em pequenos vilarejos, em função do comércio. Dentro desse contexto, Tanjirou Kamado vive com sua mãe e seus irmãos mais novos em uma cabana no meio das montanhas é, para conseguirem se sustentar, Tanjirou tem que ir a vila mais próxima para vender carvão.

Numa dessas viagens à vila, ele acaba se deparando com uma tempestade de neve e encontra abrigo na casa de um senhor que conta ao menino a respeito de supostos aparecimentos de demônios na região. Quando Tanjirou volta pra casa, encontra toda a sua família morta e a única sobrevivente, sua irmã Nezuko, foi transformada em um demônio.

Depois dessa experiência, ele descobre a existência de uma organização de espadachins exterminadores de demônios e acaba indo treinar para se tornar um deles. Tanjirou agora é encarregado de matar demônios pelo Japão, ao mesmo tempo em que procura vingança pelo demônio assassino de sua família e procura tornar a irmã mais nova em humana novamente.

Crítica

Para quem começou a acompanhar a história pelo anime, não vai deixar de ficar emocionado e empolgado com as lutas do mangá, que apesar de não possuir recursos audiovisuais tão fortes quando a animação, consegue conquistar os leitores.

Atualmente, a história do mangá está num ponto muito mais avançado do que no anime. Aqueles que estiverem muito ansiosos pelo filme ano prometido para 2020, ler o mangá é uma excelente opção, por conta do enredo impecável e cativante.

A história contém bastante violência gráfica, principalmente nos momentos de batalha entre demônios e espadachins, repletos de ação e surpresas no meio dos combates, algo bem característico do gênero shounen. Fora isso, os ensinamentos da história enfatizam que as pessoas não são fracas e podem fazer tudo, basta determinação, muita prática e acreditar no seu próprio potencial.

Confira abaixo o primeiro trailer do anime de Demon Slayer:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php