O sentimentalismo e as relações com a cidade

por Sarah Viana

 

A cidade faz parte da identidade de muitas pessoas, principalmente a forma como elas se relacionam com esta. Tentar expressar e interpretar esse sentimento de identidade chega a ser difícil para alguns, porém foi diferente para os alunos do curso de Cinema e Audiovisual, que conseguiram mostrar suas visões sobre Fortaleza e a vida no V Encontro Cine Experiência. 

Por meio de curtas-metragens de ficção e documentários, os estudantes da Universidade de Fortaleza debateram sobre seus processos criativos diante da inexperiência dos que tiveram seu primeiro contato com o cinema, e com a construção dos roteiros dos veteranos. A sensação de pertencimento, da efemeridade e a mudança da vida foram alguns pontos bastante presentes nas produções cinematográficas do grupo. 

Bete Jaguaribe discursando durante o evento. Foto: Lia Beatriz

A coordenadora do curso de Cinema e Audiovisual e também diretora do Porto Iracema das Artes, Bete Jaguaribe, considera que o Encontro Cine Experiência é um dos momentos com maior potencial dentro do curso, um momento de grande importância para os alunos.. “É uma forma que a gente acredita que aperfeiçoa o debate, é um momento de compartilhar as experiências e isso aprofunda muito o processo de formação”, destaca. 

V Encontro Cine Experiência foi um evento que conseguiu trazer para o público diversas emoções, desde a indagação política até a tristeza em cima da reflexão sobre os relacionamentos contemporâneos. Ao todo foram exibidos 10 produções, selecionadas de uma lista de quase 100 filmes que passaram pelos olhares de alunos desde o primeiro semestre apresentando um panorama de múltiplas temáticas e estilos.    

Alunos de Cinema e Audiovisual que participaram do evento. Foto: Lia Beatriz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php