Democracia em vertigem: soberania popular em debate

 Por Alan Melo

 

Diante de um intenso debate político, a Netflix lançou, em junho deste ano, o documentário “Democracia em Vertigem”. A obra, que contou com direção de Petra Costa, se aprofundou na história que levou ao impeachment de Dilma Rousseff, em 2016. O lançamento do filme reafirma a linha de documentários que foram adotados no mercado de streamings.

Cartaz do documentário “Democracia em Vertigem”. Foto: Divulgação

O longa coloca em questão a democracia brasileira, a partir de uma profunda cobertura da queda da ex-presidente, quando se pergunta: “a soberania popular foi respeitada?” A vertigem, que é adjetivada pela democracia no título do filme, reforça essa pergunta que é deixada para o espectador responder. 

Com uma narrativa envolvente, o documentário, que é narrado em primeira pessoa, consegue fazer como se estivéssemos  inseridos dentro da trama: exibindo as articulações políticas de perto, mostrando momentos de exclusividade do processo e se “infiltrando” em manifestações dos grupos favoráveis e contrários ao impeachment, trazendo falas e argumentações de ambas partes. Diferenciando-se de outras produções com a mesma temática que tratam o assunto com frieza e distanciamento.

A produção não hesitou em deixar claro seu posicionamento durante toda obra, e acabou se aproximando da narrativa dos contrários ao processo de impeachment. Postura arriscada mas corajosa. Sem deixar de tecer críticas aos governistas da época. 

O que foi o impeachment?

O impeachment de 2016 foi um processo político que resultou na queda de Dilma Rousseff da Presidência da República, condenada por supostamente cometer crime de responsabilidade (pedaladas fiscais). Com o processo, o vice de Rousseff, Michel Temer, assumiu o cargo de presidente. O impeachment rendeu muitas opiniões divergentes e teve repercussão mundial.  

A diretora Petra Costa acompanhando as gravações do documentário. Foto: Reprodução

Trailer

 

Ficha técnica

Título: Democracia em Vertigem 

Ano de produção: 2019

Direção: Petra Costa

Duração: 121 minutos

Gênero: Documentário 

País: Brasil 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php