Evento promove exposição de projetos dos alunos da Unifor

por Sarah Viana

Uma competição de Ponte de Papel e alunos do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) em círculo curiosos para saber o que os jurados acharam das experiências com estruturas experimentais dos mais variados tamanhos. A inusitada competição fez parte do Dia T, evento que proporciona aos alunos do CCT a experiência de exporem seus projetos desenvolvidos durante o semestre e transformou o que seria uma mostra de trabalhos em um momento de integração entre os cursos do centro.

A engenheira mecânica e coordenadora dos cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção, Lúcia Barbosa, 64, afirma que o objetivo do evento é ser atrativo para quem participa. “A gente sempre procura fazer algum projeto que envolva competição, porque isso torna mais atrativo, esse espírito de competição saudável”, comenta.

O evento contou com produtos que envolveram temáticas como sustentabilidade e tecnologia. Os projetos, muitos de alta complexidade, foram avaliados pelos professores, que foram surpreendidos pelo desenvolvimento dos alunos em seus trabalhos. Em um momento de dominância tecnológica global, dias como o Dia T oferecem a oportunidade de seus alunos aprenderem a lidar com pessoas de fora que não entendem muito sobre o tema e terem uma troca de conhecimentos entre seus colegas.

João Paulo Almeida, 27, estudante de Engenharia Mecânica, explica sobre o seu projeto, uma Roda de Arquimedes. “Hoje, a gente está com um projeto de mecanismo, é uma Roda de Arquimedes para elevar esferas. Esse projeto tem como objetivo de aprendizagem a relação de engrenagem e a angulação de eixos.  Foi bem pesado o trabalho, mas foi bem gratificante”, explica.

A ‘Roda de Arquimedes’ é um projeto do aluno João Paulo. Foto: Amanda Nogueira.

A partir da oportunidade de expor seus trabalhos, alguns alunos vêem o benefício de serem prestigiados durante o evento. O aluno do curso de Ciência da Computação, Igor Carvalho, 18, está no seu primeiro semestre e participou pela primeira vez do Dia T. “Essa experiência realmente está sendo muito boa, eu não sabia que ia ser tão animado e com tanta gente assim. É a minha primeira vez aqui e é uma coisa que vou levar para minha vida toda”, afirma.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php