Detective Pikachu mostra como seriam os pokémons na vida real

Por Thomás Regueira

No dia 9 de maio desse ano estreou nos cinemas o filme “Pokémon: Detective Pikachu”. Ele é o novo longa da franquia Pokémon, que já possui mais de 20 filmes. Criada em 1995 pelo japonês Satoshi Tajiri, a franquia ocupa diversos setores dentro da indústria do entretenimento, como jogos, brinquedos, filmes, animes, mangás, entre outros. E, até os dias atuais, continua arrecadando milhões de dólares em produtos.

Os adultos de hoje, que eram crianças nos anos 1990 e cresceram assistindo e jogando Pokémon ou as pessoas que só foram conhecer esse universo depois do lançamento do jogo “Pokémon Go” em 2016, vão adorar Detective Pikachu. O filme é repleto de cenas em que vários pokémons aparecem, proporcionando encantamento e nostalgia aos espectadores. Os efeitos visuais e gráficos conseguem retratar com exatidão como seriam os pokémons se eles existissem na vida real.

A trama do filme é bem diferente do que se espera em um filme dessa franquia, pois é focada no mistério e na investigação dos acontecimentos. Porém, também possui várias cenas de ação e batalhas, que alternam com cenas de humor e um pouco de drama. Apesar da história ser bastante cativante, principalmente para o público infantil, o melhor do filme é se encantar com a beleza e fofura dos pokémons.

Origem

O Universo Pokémon começou nos jogos do console portátil Game Boy, onde existia um mundo fictício habitado por várias criaturas com poderes e propriedades especiais chamadas de pokémon, além de pessoas que se dedicavam a prepará-los para batalhas em nível competitivo, os treinadores pokémon. As batalhas ocorriam entre pokémons dos treinadores. O objetivo do jogo era se tornar um mestre pokémon e, para isso, era necessário capturar todos os tipos de pokémons disponíveis e treiná-los para enfrentar outros treinadores ou líderes de ginásio.

O filme  “Pokémon: Detective Pikachu” é um marco dentro da história pokémon, pois é a primeira vez que os pokémons são retratados no formato live action (termo utilizado para definir filmes feitos com atores reais), ao invés de desenhos animados e pixels.

Pokémons iniciais de diferentes gerações. Foto: Reprodução

Sinopse

O filme se passa num universo onde cada pessoa possui um pokémon como um parceiro para todos os momentos. A história acontece na perspectiva de Tim Goodman (Justice Smith), um ex-treinador pokémon e filho de um dos principais detetives da cidade de Ryme City, Harry Goodman (Ryan Reynolds).

Tim é convidado por seu pai para trabalhar na delegacia, porém, quando chega lá, se encontra com o detetive Yoshida (Ken Watanabe) e descobre que seu pai desapareceu após um trágico acidente enquanto trabalhava em um caso.

Logo em seguida, Tim, que morava com a avó até então, vai a casa de seu pai, bastante abalado, e decide ficar por lá até que Harry seja encontrado. O que Tim não esperava era encontrar no apartamento um pikachu falante, pokémon parceiro do seu pai. O fato do pikachu conseguir falar normalmente, o que não é comum entre outros pokémons, choca duplamente o garoto, principalmente após descobrir que somente ele podia entender o que o pikachu dizia.

Pikachu, que por algum motivo não se lembra de nada do paradeiro do pai de Tim, sente que ele ainda está vivo e, então, os dois começam a investigar o caso. Quem acaba se juntando a eles na investigação é a repórter Lucy Stevens (Kathryn Newton), que possui um psyduck como companheiro pokémon. Juntos, vão atrás de Harry Goodman e acabam  descobrindo uma ameaça que poderá comprometer todo o universo pokémon.

Detective Pikachu é um filme ideal para se assistir em família, pois consegue entreter tanto crianças como adultos, e principalmente quem já conhece a franquia. Vale a pena ir ao cinema prestigiar.

 

Confira o trailer legendado abaixo:

Ficha Técnica

Filme: Pokémon: Detective Pikachu

Ano: 2019

Duração: 104 minutos

Produção: The Pokémon Company, Warner Bros. Pictures e Legendary Entertainment​

Direção: Rob Letterman

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php