Filme indicado ao Oscar fala sobre racismo nos anos 1960

 Por Letícia de Medeiros

“Green Book: O Guia é um filme inspirado na história do pianista Don Shirley (1927-2013). A história se passa em 1962. Na época, Tony Lip (Viggo Mortensen), um dos maiores fanfarrões de Nova York, precisa de trabalho após sua discoteca, o Copacabana, fechar as portas para uma reforma por tempo indeterminado. Tony faz uma entrevista para trabalhar como motorista durante a turnê de Shirley. Junto com a banda, os dois percorrem o Sul do país por dois meses. Apesar do choque inicial entre os dois, um vínculo afetivo é desenvolvido durante viagem.

Lançado em 2018, o filme é um dos indicados ao Oscar de 2019 na categoria de melhor filme e Mahershala Ali para melhor ator coadjuvante com papel de Don Shirley.

Racismo nos anos 1960

O longa deixa explícito o racismo exacerbado nos Estados Unidos da década de 1960, visto que pessoas negras ou ‘de cor’, como também eram chamadas, eram impedidas de entrar em vários locais que seriam abertos ao público, como restaurantes, lojas e hotéis. Em razão desse preconceito, o filme mostra Tony recebendo o Green Book, o guia com hotéis específicos para negros se alojarem no Sul do país, conhecida como a região mais preconceituosa.

No início do filme é possível observar que Tony Lip tinha muitos costumes racistas, mas com o fortalecimento de sua relação com Don Shirley, Tony abandonou o comportamento preconceituoso para defender seu chefe.

História real de Don Shirley

Nascido em Pensacola, na Flórida, Shirley era um adolescente com pais jamaicanos que queria ser pianista clássico. Aos 18 anos realizou seu sonho de ser solista do famoso Concerto n° 1 de Tchaikovsky com a Boston Pops Orchestra. O empresário Sul Hurok fez o possível para que o jovem negro desistisse de sua carreira clássica.

Shirley sempre foi discriminado, não só por pessoas brancas, mas sofria preconceito também por outros negros por ser um homem sofisticado e com boas condições financeiras, em confronto à condição econômica e cultural dos demais negros na época. O filme mostrou como o pianista se incomodava por não ser valorizado em sua comunidade.

 

Ficha técnica

Filme: Green Book: O guia

Ano: 2018

Direção:  Peter Farrelly

Gênero: Drama

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php