Exposição retrata a cultura negra na Amazônia

Por Laís Maia

A exposição “(Re)conhecendo a Amazônia Negra”, da fotógrafa Marcela Bonfim, foi inaugurada no dia dois de novembro e estará aberta ao público até o dia 23 de dezembro, na CAIXA Cultural Fortaleza.

A mostra conta com 55 fotografias de grupos que residem na região Norte do país, dentre eles excedentes de quilombolas, afro-indígenas, haitianos e barbadianos. Além disso, a fotógrafa também registrou terreiros e festejos religiosos da região do Vale do Guaporé, localizada em Rondônia. O acervo ilustra as diversas identidades e culturas presentes entre os povos negros da Amazônia e busca o reconhecimento da participação dos negros na formação sociocultural amazônica e brasileira como um todo.

A primeira exibição da exposição foi realizada em novembro de 2016 e percorreu dez estados da Amazônia com 33 fotografias. Desde então, “(Re)conhecendo a Amazônia Negra” foi apresentada em outras cidades com êxito. A capital cearense está recebendo a mostra pela primeira vez.

A fotógrafa

Marcela Bonfim é a fotógrafa de “(Re)conhecendo a Amazônia”. Foto: Reprodução.

Marcela Bonfim é paulistana, nascida na cidade de Jaú e graduada em economia pela PUC- SP. Após se mudar para Porto Velho (RO), começou a se dedicar à fotografia. Como uma maneira de tornar a câmera um objeto de visibilidade, a fotógrafa captura homens, mulheres, crianças, jovens e velhos negros e negras da Amazônia através das suas lentes, traduzindo em imagem a resistência pela preservação da cultura negra. Hoje ela se divide entre trabalhos autorais e colaborações com algumas instituições, como o ICMBio (Instituto Chico Mendes para a Biodiversidade).

Serviço
Exposição (Re)conhecendo a Amazônia Negra
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Data: 02 de Novembro a 23 de Dezembro de 2018
Horário: terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h

Entrada gratuita

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php