5+ mangás que você deveria ler

Por Layo Lucena

Mangá é a palavra usada para designar história em quadrinhos ou banda desenhada de acordo com o estilo japonês. No Japão, o termo designa quaisquer histórias em quadrinhos. Vários mangás dão origem a animes (abreviação de animações em japonês) para exibição na televisão, em vídeo ou em cinemas. Há, também, o processo inverso em que os animes tornam-se uma edição impressa de história em sequência ou de ilustrações.

Jornalismo NIC produziu uma lista com 5 mangás. Confira:

Platinum End

Capa do primeiro capítulo de Platinum End (2016) Fonte: Mangá JBC

A série de mangá conta a história de Mirai Kakehashi, um estudante que tenta cometer suicídio, mas que é resgatado pelo seu anjo da guarda, Nasse. Ele não apenas promete protegê-lo, mas também lhe dá poderes especiais para que Mirai Kakehashi possa competir entre os 13 candidatos, escolhidos por diferentes anjos, para assumir o papel de Deus, que está para se retirar no prazo de 999 dias.

Platinum End é escrita por Tsugumi Ohba e ilustrada por Takeshi Obata, criadores da igualmente famosa série de mangá Death Note. É serializada na revista mensal Jump Square da editora Shueisha, desde 4 de Novembro de 2015.

O mangá apresenta um estilo de roteiro bem escrita, com fluidez, característica presente em outras obras de Tsugumi, que consegue prender o leitor já nas primeiras cenas. A obra traz uma arte individual, diferente de outras obras da mesma época.

Em 2018, o mangá começou a ser distribuído no Brasil pela Editora JBC. O primeiro volume de Platinum Endestreou em segundo na lista semanal da Oricon dos mangás mais vendidos, com 105.213 cópias, em 2016.

Naruto  

Capa do primeiro capitulo de Naruto (1997) Fonte: Amazon

Naruto é uma série de mangá escrita e ilustrada por Masashi Kishimoto. Conta a história de Naruto Uzumaki, um jovem ninja que constantemente procura por reconhecimento e sonha em se tornar Hokage, o ninja líder de sua vila. A história é dividida em duas partes: a primeira se passa nos anos da pré-adolescência de Naruto e a segunda ocorre durante sua adolescência.

A obra utiliza ação, aventura, comédia e drama para mostrar o “mundo ninja” e a história do protagonista Naruto Uzumaki. O mangá tem características próprias. Entre elas, está a utilização das páginas iniciais e dos primeiros capítulos para contar um pouco de sua vida e trajetória do autor.

A série é baseada em dois mangás one-shots (volume único) de KishimotoKarakuri (1995) e Naruto (1997). Por causa do primeiro, o escritor Kishimoto ganhou uma menção honrosa no prêmio Hop Step da editora Shueisha no ano seguinte. A editora Panini Comics licenciou e publicou o mangá em três versões no Brasil.

Até o mês de setembro de 2014, a obra de Masashi Kishimoto contabilizou mais de 200 milhões de cópias impressas em todo o mundo. Só no Japão foram mais de 130 milhões, já em 35 países onde o título é mais popular, o total chega a 75 milhões. A revelação dos números foi feita pela TV Fuji.

BERSERK

C
Capa do primeiro capitulo de Berserk (1989) Fonte: Wikipéida

Berserk é uma série de mangá escrita e ilustrada por Kentaro Miura. Situado em um mundo de fantasia sombria inspirado na Europa medieval, a história gira em torno de Griffith, o líder de um grupo de mercenários chamado de “Bando do Falcão”, e do solitário Guts, um ex-mercenário. Porém, agora, Guts é um espadachim amaldiçoado e forçado a vagar sem descanso para sobreviver e para buscar vingança.

Temas de isolamento, traição, ilusão do livre-arbítrio, autopreservação e a questão de se a humanidade é fundamentalmente boa ou má permeiam a história. Assim, explora o melhor e o pior lado da natureza humana. Ambos o mangá e o anime são conhecidos pelo o uso de sua violência gráfica e conteúdo sexual.

O mangá de Berserk é uma obra para adultos, pois apresenta um universo medieval “pesado”. A ilustração dos personagens e do ambiente consegue ampliar esse contexto sombrio com artes bem definidas, que passa um sentimento de angústia e, ao mesmo, de ação brutal.

A revista Young Animal anunciou, em 2015, que a criação de Kentarou Miura atingiu a marca de 27 milhões de cópias vendidas, apenas no Japão, e mais 8 milhões de cópias vendidas fora do país. Os países onde o mangá é vendido oficialmente são: Estados Unidos, Itália, Alemanha, Espanha, França, Brasil, Coreia do Sul, Hong Kong, Tailândia e Taiwan.

BECK

Capa do primeiro capitulo de BECK (1999)) Fonte: Amazon

BECK conta a história de um grupo de cinco adolescentes japoneses que formam uma banda de rock e das dificuldades pelas quais passam os grupos musicais que tentam a sorte no Japão e no mundo. É considerado a melhor obra do mangaka (autor de mangás) Harold Sakuishi, além de ser um clássico no meio dos mangás e animes.

A obra é focada em Tanaka “Koyuki” Yukio, um jovem que tem muitos problemas em sua vida escolar e social. O mangá tem traços bem definidos que ajudam a prender o leitor. A série traz várias referências ao rock americano e britânico clássico.

No início, BECK foi publicado na revista mensal Shonen Magazine, em 1999. Posteriormente, foi adaptado para uma série anime de 26 episódios pelo estúdio Madhouse, intitulado “BECK: Mongolian Chop Squad”. O seriado foi exibido na TV Tokyo entre outubro de 2004 e março de 2005.

Beck venceu o 26º Kodansha Manga Award em um empate ao lado de Sakigake !! Cromartie Koukou de Melhor em 2002. Uma trilha sonora promocional, intitulada Greatful Sound: Tribute to Beck , apresentando vários artistas diferentes cantando músicas do mangá, foi lançada em 15 de novembro de 2002. Uma adaptação cinematográfica live-action dirigida por Yukihiko Tsutsumi foi lançada em todo o país nos cinemas em 10 de setembro de 2010, que recebeu o Prêmio da Academia Japonesa de Excelente Realização em Música.

A obra BECK está na posição 35º, com a nota 8.75 e cerca de 29.419 membros no My Anime List, um site especializado em mangás e animes.

KINGDOM

Shin na capa do primeiro capítulo de Kingdom (2006) Foto: Kingdom Wiki

Milhões de anos se passaram desde os tempos de lendas, quando os mundo dos homens e deuses ainda eram os mesmos. Nesta época, eram os desejos dos homens que mudaram o mundo. É o período da guerra de 500 anos: a Era dos Reinos Combatentes. Kingdom é a história de um garoto órfão e pobre, que tem o sonho de se tornar um grande general e assim começando seu caminho de provações e derramamento de sangue que o levarão até o topo das lendas.

Kingdom é uma obra especial, pois é baseada no livro Shiji (Registros do Historiador), que conta toda a história da China. O mangá traz tragédias, batalhas e personagens que realmente existiram na história da China, na época dos Estados Combatentes, durante o século V a.C até 221 a.C. Segundo o autor, a obra terá cerca de 100 volumes, afirmou em uma entrevista a Media Factory, em 2015.

mangá é publicado pela editora Shueisha, porém ainda não chegou a nenhuma editora brasileira. A obra é o sexto colocado em total de vendas na primeira metade do ano de 2018, com 2.516.063 milhões de exemplares vendidos, de acordo com uma pesquisa da Oricon News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php