Battle Royale, a nova sensação dos gamers

Por Layo Lucena

Um jogo de batalha real, ou simplesmente Battle Royale, é um gênero de jogo eletrônico online que mistura elementos de exploração, sobrevivência, procura de armas e de materiais com o objetivo de  sobreviver e eliminar os oponentes. Esse estilo de jogo surgiu após mudanças em games originais muito famosos, como  Minecraft e Arma 2. Essas mudanças são chamadas de mods. Os jogos de batalha real permitem reunir equipes para disputar as partidas, que possuem limite de 100 jogadores.

Free Fire, battle royale de mobile Foto: Brunosousaf

Matheus Mota, 19, estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Universidade de Fortaleza (Unifor), afirma que fez muitos amigos online por causa das partidas rápidas. Ele conta que “conheci o Garena Free Fire (jogo de Battle Royale), por recomendação do meu irmão”.

O Battle Royale também facilita interações entre os usuários, como por exemplo, conhecer pessoas de outros estados e até mesmo de outros países.  Matheus Albino, 20, estudante de Jornalismo na Universidade de Fortaleza (Unifor), jogador que já tem 328 horas de partidas no Player Unknown’s Battlegrounds (PUBG), exemplo de jogo de Battle Royale, afirma que “o gênero é bem competitivo, porém prazeroso, principalmente, jogando com amigos”.

“O gênero é bem competitivo, porém prazeroso, principalmente, jogando com amigos” (Matheus Albino)

Atualmente, três jogos dominam esse gênero: Player Unknown’s Battlegrounds (PUBG); Fortnite em consoles (PS4 E XBOX ONE), IOS, Android (mobile) e para computadores (PC); e  Garena Free Fire para IOS e Android (mobile).  PUBG, um exemplo de jogo de Battle Royale, foi lançado em 2017, com mais de 30 milhões de unidades vendidas no início de 2018, segundo a sua desenvolvedora, Blue Hole.  

Player Unknown’s Battlegrounds

Player Unknown’s Battlegrounds, mais conhecido como PUBG Foto: Teamplay

O jogo foi lançado em março de 2017, conseguindo vender mais de 18 milhões de cópias em seus oito primeiros meses, finalizando o ano como um dos games mais vendidos. O jogo quebrou sete recordes mundiais  do Guinness, em 2017: game mais rápido a vender um milhão de unidades no acesso antecipado da Steam (plataforma digital de jogos); o mais rápido a vender U$ 100 milhões durante o acesso antecipado na plataforma; game mais jogado na steam; maior número de jogadores simultâneos no acesso antecipado; maior número de jogadores simultâneos e o mais jogado na plataforma digital.

É o primeiro jogo a ter mais de dois milhões de jogadores simultâneos no mundo, segundo o site oficial do Guinness Book. Em dezembro de 2017, também estreou na XBOX Live, chegando a um milhão de jogadores nas primeiras 48 horas, após um mês,  atingiu três milhões.

Anunciado em abril, o torneio mundial de Player Unknown’s Battlegrounds será realizado em julho, na capital alemã, Berlim, com a participação de 20 equipes de todo o mundo. O evento promete pagar R$ 7 milhões  ao campeão, segundo a PUBG Corp, uma das produtoras do jogo e organizadora do evento.

Fortnite

Fortnite Battle Royale, nova sensação do gênero de jogo. Foto: Playreplay

Lançado em 2011, o jogo ganhou a popularidade da comunidade gamer apenas em 2017. No final de 2017, o jogo ultrapassou a marca de 3 milhões de jogadores simultâneos, de acordo com a desenvolvedora do game, Epic Games. Além disso, o jogo é sensação no Youtube e na Twitch (plataformas de transmissão ao vivo).

No Youtube, uma transmissão reuniu mais 42 milhões de visualizações simultâneas, graças a um torneio que juntou os 100 maiores streamers espanhóis de Fortnite, segundo o Youtube Gaming. Na Twitch, o streamer americano Ninja, com a ajuda dos rappers Drake e Travis Scott e com o jogador de futebol americano JuJu Smith-Schuster, chegou a 630 mil visualizações simultâneas, batendo o recorde da plataforma.

George Lucas, 20, estudante e membro de uma equipe de e-sports, declara que “comecei a jogar Fortnite em 2017, por indicação de um amigo”. Segundo George, o Battle Royale é divertido com a companhia de amigos.

PUBG x Fortnite

Principais nomes de Battle Royale para computadores. Foto: Sekg

No final de 2017, uma polêmica veio a público entre as desenvolvedoras dos dois games. A Blue Hole, desenvolvedora de PUBG, por meio de um comunicado à imprensa, acusou especificamente a Epic Game, desenvolvedora do Fortnite, de plágio. “Depois de ouvir o crescente feedback de nossa comunidade e rever a jogabilidade, estamos preocupados que Fortnite possa estar replicando a experiência, pela qual a PUBG é conhecida”, declarou o vice-presidente da Blue Hole, Chang Han Kim. Atualmente, não há novidades sobre o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php