5+ museus do Ceará

Por Lígia Grillo

Os museus são parte importante da cidade, representando um símbolo de permanência para quem os visita. Reunindo diversos tipos de conteúdo, desde arte, objetos e até animais, os museus abrigam, acima de tudo, história. Um passeio pelo conhecimento e pela descoberta do novo, visitar museus pode ser uma ótima opção de lazer para se fazer com a família. Pensando nisso, o Jornalismo NIC reuniu cinco museus para se conhecer no Ceará.

Museu do Ceará

Criado em 1932, o Museu do Ceará foi a primeira instituição museológica do estado. De acordo com seu site oficial, sua missão é promover a reflexão crítica sobre a história do Ceará, por meio de programas integrados de pesquisas museológicas, exposições, cursos, publicações e práticas pedagógicas. Ao longo de seu percurso de existência, o Museu do Ceará passou por vários administradores diferentes. Hoje, é coordenado pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará.

Museu do Ceará. Foto: reprodução.

Desde sua fundação, o museu abriga, há mais de setenta anos, um acervo bastante variado, com mais de sete mil peças expostas, sendo a sua maioria, em salas temáticas. Oriundos de compras e de doações particulares, os itens expostos podem variar desde moedas e medalhas antigas até artefatos indígenas e armas. Mas também é composto por coleções de cordéis, publicados entre 1940 e 2000, quadros, móveis, peças arqueológicas, bandeiras, dentre outros. Além disso, o museu também conta com um estoque de “materiais históricos”, como a agremiação cultural “Padaria Espiritual”, famosa no estado.

Além de concentrar um dos maiores e mais importantes acervos do estado, o Museu do Ceará promove cursos, oficinas, palestras e publicações na área de museologia e história. As visitas são orientadas por professores e núcleos de ações educativas em parceria com a Universidade Federal do Ceará.

Serviço

Endereço: Rua São Paulo, 51 – Centro

Hora de funcionamento: terça a sábado, das 9h às 17h.

Ingresso: acesso gratuito

Museu da cachaça

O Museu da Cachaça é uma das principais atrações do Ipark Complexo Turístico. Antes sede da primeira unidade industrial da Ypióca, hoje o museu abriga em seu acervo mapas, documentos, fotos, filmes, maquinários, garrafas, equipamentos agrícolas, tonéis de bálsamo e, principalmente, os fragmentos do trabalho escravo que era realizado na época, em 1846.

Museu da cachaça. Foto: reprodução.

De acordo com o site oficial, o lugar recebe 10 mil visitantes por mês e é conhecido como uma das principais atrações turísticas do Ceará. “O museu da cachaça é o resgate da própria história da Ypióca, iniciada em 1846, que se confunde com a trajetória da aguardente no Brasil”, lê-se no site.

Como o nome já diz, a cachaça é o principal produto trabalhado no museu, que funciona de certa forma como uma linha do tempo. Começando pela história da família Telles, cujo patriarca recém-chegado de Portugal havia trazido para o Brasil, junto consigo, uma pequena experiência na fabricação de cachaça. Depois, o público pode observar os itens expostos e aprender sobre as etapas de fabricação da cachaça, como a montagem, fermentação, destilação e a aplicação de rótulos.  

Serviço

Endereço: estrada Ypióca – Maranguape.

Hora de funcionamento: sábados e domingos, das 10h às 17h.

Ingresso: Inteira R$28,80, meia R$ 14,40.

Museu da fotografia

O Museu da Fotografia é o mais novo museu inaugurado desta lista. Aberto em 2017, o espaço ainda não tem site oficial, pois está em manutenção. Com um grande acervo de registros fotográficos, o museu reúne, além dos amantes da fotografia, réplicas de fotos famosas tiradas por fotógrafos internacionais e nacionais.

Museu da fotografia. Foto: reprodução

Além do museu, o espaço oferece eventos como palestras, workshops e debates com profissionais da fotografia e de outras áreas.

Serviço

Hora de funcionamento: quarta a domingo, das 12h às 17h.

Ingresso: R$10,00

Gratuidade: menores de 18 anos e acima de 60.

Quarta feira a entrada é gratuita para todos.

Museu da Cultura Cearense

O Museu da Cultura Cearense (MCC) é um museu etnográfico que tem como proposta promover a difusão do Patrimônio Cultural do Estado do Ceará. Por meio de ações museológicas de pesquisa, de preservação e de comunicação, o museu visa a inclusão e o desenvolvimento sociocultural.

Museu da cultura cearense. Foto: reprodução

“O MCC busca tornar-se um espaço inclusivo, de produção de conhecimento por meio da relação entre educação formal, não-formal e informal; e expressar a cultura cearense de forma contextual e reflexiva: seus conflitos, contradições e temporalidades, valorizando a produção cultural dos cearenses, sua criatividade e diferentes formas de ser, estar no mundo, relacionar-se com o meio ambiente e com outros sujeitos sociais”, consta no site oficial.

Serviço

Endereço: CENTRO DRAGÃO DO MAR DE ARTE E CULTURA

Rua Dragão do Mar 81, Praia de Iracema.

Hora de funcionamento: terça à domingo, das 8h às 22h

Ingresso: acesso gratuito

Museu da Escrita

Museu da escrita. Foto: reprodução

O Museu da Escrita tem como meta se tornar um ponto de atração ao turismo cultural, além de operar com outras atividades na cidade. Como consta no site oficial, “buscamos promover a valorização da memória dos testemunhos da escrita e dos registros históricos, através da preservação, da pesquisa e da comunicação do acervo, visando o acesso irrestrito do patrimônio integral”.

Parte do acervo do museu é composto por uma coleção de objetos impessoais, ou seja, objetos que tiveram funções relevantes e alguns menos destacadas no processo escritural do Ceará. Máquinas de escrever, desde as mais antigas até as mais modernas, coleções de Bíblias nos mais diversos idiomas, tinteiros antigos, penas de molhar, réplica de canetas famosas, como também um acervo de colecionismo antigo e raro.

Serviço

Endereço: Rua Dr. Walder Studart, 56, Bairro Dionísio Torres.

Hora de funcionamento: segundas às sextas-feira, das 9h às 13h.

Ingresso: acesso gratuito

É necessário efetuar agendamento antes da visita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php