5+ filmes de animação premiados no Oscar

Por Lara Montezuma

Quem nunca se divertiu com um filme de animação? O gênero é um dos mais bem sucedidos da indústria cinematográfica e ainda tem êxito com públicos de todas as idades. Embora muitas vezes associados a temas infantis, as animações apresentam diversidade de assuntos e diferentes técnicas de criação, proporcionando uma atmosfera singular entre outros gêneros do cinema. O Jornalismo NIC selecionou 5 animações premiados pelo The Academy Awards (famoso pela estatueta do Oscar), para você se deleitar. Confira!

Balance (1989)

A animação alemã, produzida e dirigida pelos irmãos Wolfgang e Christoph Lauestein, retrata cinco indivíduos que vivem no espaço. No entanto, toda a sua vivência neste local depende de cooperação, já que eles mantêm o equilíbrio da plataforma pela sincronização dos seus movimentos. O curta-metragem dura menos do que dez minutos e é mudo, mas isto não foi empecilho para que a sua mensagem conquistasse os júris do Oscar, ganhando, assim, o prêmio de melhor curta-metragem de animação de 1990.

 

Shrek (2001)

“Shrek” poderia ser definido como um conto de fadas ao avesso. O público é surpreendido pela quebra do cenário ideal da fantasia comum nas animações. O romance desenvolvido por um ogro e a Princesa Fiona, do reino de Tão Tão Distante, é a narrativa central. Logo no primeiro filme da franquia, o uso da comédia combinada com personagens irreverentes foi a fórmula para que o filme ganhasse milhares de fãs. Em pouco mais de dois meses desde o seu lançamento, “Shrek” arrecadou US$ 472 milhões na bilheteria e US$ 420 milhões com a venda de DVDs no mundo todo, o que mostrou a força do gênero no mercado cinematográfico. Em 2002, foi a vez do filme ganhar o Oscar de Melhor Filme de Animação.

 

A viagem de Chihiro (2002)

Concorrendo com grandes nomes da animação norte-americana na categoria de Melhor Longa de Animação, como “A Era do Gelo” e “Lilo e Stich”, o prêmio foi para um dos maiores sucessos de bilheteria do Japão. O encontro de Chihiro, uma garota de 10 anos, com seres fantásticos habitantes de uma casa de banho mágica, e a sua jornada para voltar para a sua família, fascina tanto na história, quanto nas referências. Com um enredo e produção baseado na cultura oriental, “A Viagem de Chihiro” aproximou o Ocidente do Oriente, tornando-se grande influência no sucesso de futuras produções japonesas ao redor do mundo, além de levar a estatueta de Melhor Filme de Animação em 2003.

 

Divertida Mente (2015)

Como tornar o subconsciente compreensível para todas as idades? O longa de animação “Divertida Mente” conta a narrativa de Riley, uma pré-adolescente que está descobrindo como lidar com suas próprias emoções. O filme aborda a perspectiva de cinco emoções – medo, raiva, nojo, tristeza e alegria – responsáveis por armazenar e gerenciar os acontecimentos cotidianos. Para que a representação do cérebro humano fosse feita com a maior precisão possível, o diretor, Pete Docte, procurou psicólogos e neurologistas durante o processo de criação. O resultado, além de ter tocado grande parte de seus espectadores, é aclamado pela crítica e levou o Oscar de Melhor Filme de Animação de 2016.

 

Viva – A Vida É Uma Festa (2017)

O filme mais recente da lista foi lançado em 2017 e estreou no Brasil logo no primeiro mês de 2018. “Viva – A Vida É Uma Festa” reúne as tradições mexicanas e funde o mundo dos vivos com o mundo dos mortos no caminho para Miguel, o protagonista, se tornar músico. Apesar de tratar temas que não sejam considerados infantis, como a morte e a espiritualidade, a forma como o filme é desenvolvido o torna rico em emoções e leve para quem está assistindo. Ele foi o último vencedor da categoria de Melhor Filme de Animação da Academia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php