Sri Prem Baba propaga o seu propósito durante encontro

Por Lara Montezuma

Uma sociedade baseada no amor, na paz e na prosperidade pode soar utópico para muitas pessoas. Porém, para o guru e psicólogo Sri Prem Baba, 52, esta realidade é possível pela erradicação das diferenças pessoais em prol de um bem maior. “Olhando daqui do palco, vejo um jardim com as mais diferentes flores juntas em harmonia. Isso me enche de esperança, fortalece o meu propósito de criar uma cultura de união”, proferiu Sri logo no início do satsang, uma prática do hinduísmo que consiste na presença de um mestre diante de pessoas dispostas a receberem seus ensinamentos e bênçãos.

O momento foi oferecido pela Universidade de Fortaleza (Unifor), no último sábado (15), em frente ao Ginásio Poliesportivo, logo no final da tarde. A reunião de seguidores e curiosos das mais diferentes idades, reunidas ao som de mantras cantados pela Awaken Love Band, foi o cenário ideal para que o guru pudesse disseminar o que ele chama de “o caminho do coração”, método de autodesenvolvimento explorado nos seus livros. O último, intitulado “Propósito: A coragem de ser quem somos”, foi lançado no evento. “Eu disse que, em 2017, eu me dedicaria a acordar a consciência do propósito e estou fazendo o meu melhor para isso. Vim para Fortaleza, esse lugar que eu considero tão abençoado e especial, para lançar este livro, ajudar a romper com o sofrimento e harmonizar o amor”, declarou Prem Baba.

Box: Lara Montezuma

A importância do despertar

Durante a sua fala, o mestre destacou alguns princípios para que essa harmonia seja encontrada. Dentre eles, estão a importância de fortalecer o espírito de união e a saída da posição de vítima em situações de conflito. “Mesmo que na superfície sejamos diferentes, ou seja, tenhamos uma religião diferente, uma visão de entendimento da vida diferente do outro, isso não é impedimento para que sejamos amigos. Que possamos olhar além do corpo, além do nome, além da história”, defende. Para ele, esta é a maneira de exteriorizar o amor divino, que se manifesta de diferentes maneiras entre a sociedade.

“Mesmo que na superfície sejamos diferentes, ou seja, tenhamos uma religião diferente, uma visão de entendimento da vida diferente do outro, isso não é impedimento para que sejamos amigos. Que possamos olhar além do corpo, além do nome, além da história” (Sri Prem Baba)

“Na essência, você é luz”, declara Prem Baba ao debater sobre os momentos de sofrimento enfrentados durante a vivência na Terra. O guru relaciona sentimentos considerados ruins, como a inveja, o ciúmes, a vingança, mecanismos de defesa acionados para proteger o indivíduo, e também menciona que eles podem se tornar hábitos viciantes. “Este é o seu desafio evolutivo. Entregar as armas, a ideia de vítima, o jogo de acusação. Entregar significa desapegar, em última instância, desapegar do sofrimento”, defende.

O guru falou sobre autoconhecimento e amor ao próximo. Foto: João Lucas Soares

No entanto, para renunciar os maus hábitos, é necessário coragem e dedicação, segundo Prem Baba. Coragem para olhar para dentro de si, enxergar o que há de bom e ruim e estar disposto a melhorar em todos os aspectos, ato que requer tempo e esforço. A recompensa de todo o empenho está na transformação interior gerada pelo autoconhecimento que, em sintonia com os outros, cria uma “massa crítica capaz de formar um despertar coletivo”.

Este momento específico da transmissão tocou a estudante de psicologia Vitória Albuquerque, 19, espectadora do satsang. “Conheço o trabalho dele há pouco tempo e todas essas reflexões sobre os nossos pensamentos e atitudes me fazem repensar o que faço cotidianamente”, declara a estudante. Ao finalizar a sua fala, Sri Prem Baba tenta sintetizar os seus ensinamentos. “O alinhamento com o Universo é o dharma, ou seja, a grande lei que te ajuda a sintonizar com o amor, o que te faz encontrar o seu lugar no mundo”, declara.

De aprendiz a mestre

Sri Prem Baba, além de mestre espiritual, também é psicólogo. Foto: reprodução.​

Janderson Fernandes percorreu uma longa jornada até receber o nome espiritual Sri (senhor) Prem (amor divino) Baba (santidade) do seu guru. Nascido em São Paulo (SP), em 1965, o mestre começou a desenvolver o seu lado espiritual ainda na infância, ao observar alguns de seus familiares tratarem mediunicamente pacientes que vinham a sua procura para a cura de mazelas e doenças.

Desde então, começou a se questionar sobre os mistérios da vida, como o motivo de doenças e sofrimentos, por exemplo. Durante sua adolescência, afrontava os sacerdotes da igreja que frequentava, pois não recebia as respostas que procurava. “Eu via muita incoerência”, relata Sri em seu site. As suas dúvidas o instigaram a mergulhar em uma busca pelo autoconhecimento, guiado pelas várias intervenções mediúnicas que, com o passar dos anos, aconteciam em sua vida.

Foi durante uma aula de Yoga, prática iniciada durante a sua adolescência, que Sri Prem Baba recebeu o insight que deveria ir para a Índia aos seus 33 anos. Anos depois, durante uma crise pessoal, o jovem decidiu fazer a viagem e lá conheceu, aos 36, o seu mestre Maharaj Ji. Logo, após a sua morte, Prem Baba tornou-se o sucessor da linhagem Sachacha.

Desde então, o guru fundou a instituição Awaken Love, feita para “acordar a consciência amorosa em todos os seguimentos e setores da sociedade”. Para alcançar este propósito, há um grupo de funcionários voluntários das mais diversas áreas espalhados por todo o mundo que trabalham por meio de parcerias, acordos e eventos. O movimento também é criador da Awaken Love Band, a banda que acompanha Sri Prem Baba em todas as suas suas aparições.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php