5+ maneiras de comemorar o Natal ao redor do mundo

Lara Montezuma

Pelos quatro cantos do mundo, a época do Natal contagia as pessoas com o espírito natalino e este pode ser manifestado de diferentes maneiras. Para muitos, a data comemorativa do final de dezembro é significativa pelas festividades religiosas, enquanto, para outros, este período é apenas uma época para reunir os amigos. Para mostrar as peculiaridades e costumes de diferentes lugares, o JornalismoNIC selecionou cinco países e suas respectivas celebrações natalinas.

Estados Unidos

​O Papai Noel é uma das figuras mais características do Natal. Foto: reprodução.

A cultura americana popularizou uma das mais famosas representações de Natal: a imagem do Santa Claus (Papai Noel) em um trenó vermelho, a caminho da chaminé para distribuir presentes. Até os dias de hoje, os Estados Unidos faz desta época uma das maiores festividades anuais, com grandes eventos, muitas ações sociais pelo país e bastante investimento nas decorações. Os americanos costumam decorar suas ruas com muitas luzes, e as casas têm itens decorativos típicos do Natal, como as bengalinhas de doce e as meias verdes e vermelhas. Como maneira de iniciar os festejos, o governo ilumina uma das maiores árvores do país, ao sul de Washington, próximo à Casa Branca.

Israel

Em Israel, as famílias se reúnem e comemoram o Hannukkah. Foto: reprodução.

Por ter uma população majoritariamente judia, Israel não costuma comemorar o Natal, nem o dia 25 de dezembro, a data oficial da festa na maioria dos países. Eles celebram o Chanucá, ou Hanukkah em inglês, uma festa judaica que dura oito dias (08/12 – 16/12). Também chamado de “Festa das Luzes”, ou “Festa da Dedicação”, o Chanucá é uma celebração recheada de tradições. Uma delas é o momento de acender o maior símbolo da festa, o chanuquiá, um candelabro de nove braços.

 

 

 

Ucrânia

​A ceia é um dos momentos mais importantes da celebração natalina. Foto: reprodução

Diferente do usual, a Ucrânia costumava comemorar o Natal no dia 07 de janeiro, pois o país segue o calendário juliano, implantado pelo imperador Júlio César. No entanto, até o primeiro mês do ano, os ucranianos se preparam intensamente para este momento de festividade. Os preparativos começam em novembro, com a Festa do Apóstolo São Felipe, depois com a Festa de São Nicolau, até chegar à Missa do Galo, que antecede o dia seis de dezembro. Por ser um país muito influenciado pela igreja ortodoxa, a ceia costuma ter doze pratos, e cada um representa um apóstolo. Um deles é o Kutiã, feito por grãos de trigos com mel que representam a saúde, o bem estar, a amizade e a unidade familiar. Em 2017, o atual presidente da Ucrânia assinou uma lei para que o Natal pudesse ser comemorado também no dia 25 de dezembro, duplicando a data da festividade no país.

México

As cores vibrantes também fazem parte do Natal no México. Foto: reprodução

A celebração no México começa previamente com as posadas, festas tradicionais que acontecem nove dias antes do dia 24 de dezembro e fazem a encenação da peregrinação de Maria e José. Durante esse tempo, os presentes começam a ser distribuídos, e a troca se estende até o dia 6 de janeiro, quando é comemorado o Dia de Reis, uma das maiores tradições do país. Uma curiosidade específica do país é a “Noite Dos Rabanetes”, realizada na região de Oaxaca, onde esculturas de rabanetes são vendidas na noite anterior ao natal. O evento costuma atrair visitantes do mundo inteiro.

 

Finlândia

O país transforma-se durante a época natalina, principalmente por ser considerado a “Terra do Papai Noel”. Foto: reprodução

Reza a lenda que o Papai Noel mora na Lapônia, no Norte da Finlândia. Conhecido como a Terra do Papai Noel, o país comemora a data natalina com muito entusiasmo, inclusive com a ajuda de crianças, que costumam preparar biscoitos com os seus pais para esperar pelo “bom velhinho”, conhecido por lá pelo nome Joulupukki. A sua chegada é esperada  com pinheiros, velas e até mesmo como um mercado de Natal, o Joulutori, onde são vendidas luzes e especiarias para a festa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php