Série policial aborda o poder da intuição na resolução de casos

Por Andressa Câmara

The Mentalist (“O Mentalista” em tradução livre para o português) é um seriado norte-americano que tem como base casos policiais de homicídio. No entanto, a série  em si traz muito mais que isso, porque ela tem uma interpretação diferente na resolução dos casos. Apesar de ser um seriado policial, ele foca no desenvolvimento da vida pessoal dos personagens.

Patrick Jane é um mentalista contratado pela CBI. Foto: Reprodução.

O personagem principal é Patrick Jane (Simon Baker) que tem um poder especial: observar tudo nos seus mínimos detalhes. Jane é considerado um mentalista, ou seja, uma pessoa capaz de fazer “artisticamente” um tipo de hipnose para lembrar situações do passado. Ele se utiliza da lógica, como se fosse um ilusionista. Da infância à  sua adolescência, Jane trabalhava no circo. Motivado pelo pai, ganhava a vida se passando por vidente. O “Mentalista”, por muito tempo, obteve dinheiro de pessoas desesperadas para falar com entes já falecidos.

Quando Jane vai a um programa de TV, ele insiste que é paranormal e pode falar com os mortos. No outro dia, quando o “mentalista” volta para sua casa, encontra sua filha e esposa assassinadas. Na parede da casa tinha um símbolo de um rosto sorridente feito de sangue, marca do serial killer, Red John. Depois disso, Patrick enlouquece e é internado em uma casa de repouso.

Após conseguir alta, Jane consegue entrar como consultor para a Agência de Investigação da Califórnia, a CBI, devido à suas habilidades de observação. Com essa profissão, ele tem o objetivo de pegar o assassino que matou sua família, mas, acaba ajudando em outros casos.

Temática

Os episódios de The Mentalist são concentrados nos casos de homicídios que o departamento tem que resolver. Porém, a série não é só mais um seriado policial, porque o papel de Jane deixa tudo mais interessante. Depois que ele entra para polícia, sua personalidade muda. Ele ainda continua com o ar galanteador, típico do meio artístico, mas, pela dor da perda familiar, se tornou irônico. Apesar de se importar com as outras pessoas, Jane tem frieza em seus casos. Isso faz com que a personagem esqueça, às vezes, de ter mais sensibilidade.

Jane trabalha, de certa forma, se comparando com outras pessoas. Ele ainda é uma pessoa completamente egoísta e perturbada, nem de longe parece estar curado da sua crise após a perda da família. Isso pode ser notado com sua obsessão constante ao serial killer Red John.

Confira o trailer abaixo:

 

FICHA TÉCNICA:

Ano de produção: 2008

Número de temporadas: 7

Duração: 45min. (aproximadamente) por episódio  

Gênero: Drama, Policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *