Medo de falar em público pode ter uma solução

Por Luiza Ester

Foto: Juliano Almada

Temor de ser enterrado vivo, de cobras, de fogo e do fim do mundo. Apesar de graves, esses medos não superam o de falar em público. Isso é o que diz uma pesquisa de 2013 da empresa britânia OnePoll, realizada com duas mil pessoas. Esse foi o assunto abordado pelo professor Edson Ferreira, MBA em Marketing, durante a palestra “Técnicas em oratória aplicadas ao mercado de trabalho”, realizada na manhã de hoje (10), na Universidade de Fortaleza (Unifor).

Em cima de um palco, em uma reunião de trabalho ou na frente da turma da universidade. Quem nunca ficou nervoso antes de falar em público? Segundo Ferreira, esse problema, tão comum no cotidiano de várias pessoas, pode limitar significativamente carreiras promissoras. Em busca de auxiliar os ouvintes a superar essa dificuldade, o professor apresentou técnicas capazes de revertê-la.

Coragem e estudo. “Falar em público exige domínio do assunto, treinamento e emoção”, afirmou Edson Ferreira. Se especializar no tema do seu interesse, controlar o tom de voz e a quantidade de palavras ditas por minuto, verificar a sua expressão corporal e os vícios de linguagens ajudam a superar o medo e criam autoridade para transmitir uma mensagem.

“Falar em público exige domínio do assunto, treinamento e emoção” (Edson Ferreira)

A energia do corpo também propaga confiança. “A nossa postura auxilia o nosso cérebro”, disse Ferreira. Ficar tranquilo nesse momento pode parecer difícil, mas encontrar um mecanismo de relaxamento torna a experiência um tanto mais fácil. Ouvir uma música, realizar caminhadas, dormir, estudar e respirar fundo são alguns dos conselhos do professor.

“Conte uma história, apresente um problema, proponha uma solução”, aconselhou o professor. O discurso precisa, como toda narrativa, ter começo, meio e fim. Assim, fazer resumos ajudam a estudar o assunto e mentalizar um roteiro. Ensaiar o que será dito também pode ser uma boa ideia. Para Ferreira, é importante “fugir do decoreba”. Devido a isso, o JornalismoNIC preparou uma lista com dicas infalíveis para superar o medo, confira.

Box: Luiza Ester

Everton Lacerda, 18, estudante de Jornalismo, não sentiu o tempo passar durante a palestra. Segundo ele, “as dicas foram realmente úteis”. Para Francisca Saldanha, 39, administradora e estudante de Direito, a maioria das pessoas têm medo de falar em público, e mostrar como reverter isso a auxiliou. Segundo ela, a palestra “retratou um medo que a maioria das pessoas têm, através de pesquisas comprovadas. E uma maneira, também, de como trabalhar isso. Tanto apresentou o problema quanto a solução. Isso ajudou muito”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *