Série conta história de universitária que faz programas

Por Andressa Câmara

Inspirada no filme “Confissões de uma garota de programa”, a série The Girlfriend Experience relata a vida de Christine Reade, uma estudante de direito na Universidade de Chicago que decide se aventurar no mundo das garotas de programa de luxo. Tudo começa ao saber que uma amiga participa de uma agência especializada no serviço e começa a ter uma ótima vida com isto.

Christine, que adota o nome profissional de Chelsea, se descobre talentosa para o novo ofício, descobrindo com o passar do tempo que pode gostar daquilo e que não se trata apenas do dinheiro. A personagem é aparentemente bem resolvida e age com os clientes como se fosse uma namorada perfeita, mas recebendo algo em troca por isso.

Por mais que a personagem seja bastante decidida, conciliar as duas vidas se torna um desafio. Christine é uma mulher forte e ciente do poder que possui, mas a sua capacidade de lidar com os conflitos é o que deixa a série instigante. Ela vive dividida entre o curso de direito, o estágio e o trabalho como garota de programa. O seu relacionamento com a família é distante e, a priori, não traz nenhum tipo de problema na vida da personagem.

Com tantas coisas para fazer, fica cada vez mais difícil frequentar as aulas e participar ativamente do mundo acadêmico. No estágio ela se vê exausta diante de tanto trabalho, enquanto precisa lidar com alguns problemas que surgem como acompanhante, geralmente causados por homens que não sabem lidar com a sua independência e distanciamento emocional em suas relações.

Ela se mantém com uma postura meio ingênua, como se não estivesse se importando com nada. “Não gosto de ficar com as pessoas. Acho uma perda de tempo”, ela diz um dia em uma conversa com sua irmã. Por mais que seja fria e calculista, a personagem desaba emocionalmente em alguns momentos por conta da pressão que se forma diante dela. No episódio 05, um dos clientes de Christine chega a falecer, o que lhe provoca um colapso emocional e a impede de atender mais clientes naquele mesmo dia.

O objetivo da série não é debater e nem glamourizar a prostituição, mas sim acompanhar as reações da personagem ao lidar com seu novo estilo de vida fazendo com que a série se torne bem envolvente.

 

FICHA TÉCNICA:

Direção: Lodge Kerrigan

Ano de produção: 2016

Duração: 30 min. (aproximadamente) por episódio  

Gênero: Drama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *