Jogo de tiro simula ambiente de sobrevivência multiplayer

Por Edson Baima

O jogo “Player Unknown’s Battlegrounds” se tornou um sucesso entre o público em pouco tempo. Lançado em março deste ano, o game já superou o número de jogadores ativos (ou seja, que estão online ao mesmo tempo) de GTA V, Counter-Strike: Global Offensive e até mesmo do maior jogo gratuito da Steam (plataforma que recebe os jogos no computador) Dota 2.

PUBG, como o jogo também é conhecido, atingiu 859 mil jogadores online simultaneamente este ano, mais players ao mesmo tempo que qualquer jogo da plataforma Steam. Jogos mais famosos têm mais jogadores no geral, como Dota 2 e Counter-Strike Global Offensive, que já chegaram na marca de um milhão de jogadores no total.

Crescimento do jogo entre os meses de março e agosto deste ano. Linha verde (PlayerUnknown’s Battlegrounds), linha amarela (Counter-Strike: Global Offensive, linha azul (Dota 2). Foto: reprodução

Mesmo com a “desvantagem” de ser um game pago, custando R$ 55,99 na Steam, Battlegrounds conseguiu quebrar o recorde de jogadores simultâneos entre os produtos gratuitos. O jogo vendeu cerca de 8 milhões de unidades em todo o mundo durante os sete meses que está à venda e já calculou mais de 13 bilhões de minutos jogados.

Como funciona o gameplay?

Sem nenhuma história para contar, PUBG é totalmente voltado para o multiplayer. Você cria um personagem e surge indefeso em um mundo aberto, podendo encontrar outros 100 jogadores no mesmo cenário. O objetivo é encontrar recursos, como armas, comida, veículos, entre outros, para se proteger dos outros players que estão no mesmo mapa.

Como o mapa é muito grande, com o passar do tempo, determinada área ficará restrita e, caso algum jogador continue nessa área, morrerá. Ou seja, o game obriga o usuário a ficar em um cenário cada vez menor para que tenha cada vez mais enfrentamentos, até que fique apenas uma pessoa, ganhando a rodada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php