Animação mostra o lado sombrio de outra dimensão

Por Ana Luiza Souza

Está enganado quem pensa que animação é coisa de criança. O filme de 2009, “Coraline e o Mundo Secreto” conta a história de uma jovem que acaba de se mudar para uma casa grande, velha e com uma passagem para uma outra sombria dimensão.  Lá, onde tudo é aparentemente melhor, ela encontra uma mulher que diz ser sua “outra mãe”. A vilã, que tem botões no lugar dos olhos, pretende mantê-la presa no mundo paralelo para sempre.

Coraline é uma jovem perspicaz, sempre em busca de aventura ou de alguém para conversar, porém ela acaba de se mudar para uma cidade chuvosa e entediante, onde seus únicos vizinhos são velhinhos estranhos, e seus pais, sempre muito ocupados, não tem tempo para as peripécias da filha. Por isso, a garota resolve explorar a nova casa e encontra uma passagem secreta, que se abre durante seus sonhos. Na outra dimensão, Coraline encontra uma versão deslumbrante do seu novo lar. Seus “outros” pais estão sempre disponíveis para conversar e fazer todas suas vontades e até os velhinhos que ela considerava estranhos são divertidos.

Tudo parece perfeito até que os novos pais de Coraline propõem que ela permaneça para sempre lá. Para isso, basta que ela permita que eles substituam seus olhos por botões. É aí que a garota começa a desconfiar das maravilhas da outra dimensão e, ao voltar para casa, descobre que seus verdadeiros pais foram sequestrados pela “outra mãe”, que na verdade é uma vilã. Daí pra frente, Coraline precisa usar toda sua coragem e sagacidade para enfrentar a megera, libertar outras crianças que haviam sido convencidas a morar com a vilã e, principalmente, salvar os pais.

Classificação Livre?

A outra dimensão é, na verdade, uma armadilha para aprisionar crianças e roubar suas almas. O filme é considerado por muitos como algo perturbador e não indicado para menores. Pois, mostra um sonho tornando-se realidade e depois revelando-se como um grande pesadelo. O longa é obscuro, fantástico e absurdo, assim como muitos pesadelos infantis. A história de Coraline causa uma mistura de medo e apreensão que, ao invés de espantar, cativam o espectador.

Baseado em um romance de terror do escritor britânico Neil Gaiman, “Coraline e o Mundo Secreto” é dirigido por Henry Selick, o mesmo que dirigiu em 1993 “O Estranho Mundo de Jack”, filme de stop motion de fantasia sombria produzido e co-escrito por Tim Burton, e tem no elenco Dakota Fanning. Feito inteiramente em stop motion, o filme, o primeiro do tipo a ser produzido para o formato 3D, foi indicado ao Oscar de Melhor Animação Longa-Metragem, em 2010. A animação conta uma história encantadora, muitas vezes sombria e até mesmo assustadora, que prende o espectador com um suspense que está nos pequenos detalhes, como as cores frias e os personagens. Confira o processo de stop motion:

 

FICHA TÉCNICA:

Direção: Henry Selick

Roteiro: Henry Selick e Neil Gaiman

Ano de produção: 2009

Duração: 100 minutos

Gênero: Animação/Terror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php