Série aborda conflitos da adolescência sem clichês

Por Letícia Feitosa

Nos anos 1990, os dramas adolescentes eram comuns nas tramas de séries televisivas. Algumas histórias tornaram-se referências, como Beverly Hills 90210 (1990), Dawson’s Creek (1998) e Buffy the Vampire Slayer (1997), todos enredos que deram destaque aos dilemas enfrentados pelos adolescentes. Em 1999, estreou na NBC, canal televisivo norte-americano, mais uma série focada em contar as desventuras dessa fase da vida. Era a comédia dramática “Freaks and Geeks” que mostra a vida escolar e o cotidiano dos irmãos Weir, dois jovens da década de 1980 que tentavam, de alguma forma, encaixar-se em mundos diferentes e se sentirem incluídos.

Os “Freaks”, considerados os “esquisitos”. Foto: divulgação/Freaks and Geeks

A comédia foi criada e produzida por Judd Apatow e Paul Feig e, ao longo de seus 18 episódios, conta a história de Lindsay e Sam Weir, interpretados por Linda Cardellini e John Francis Daley. Lindsay era uma aluna considerada ideal mas, após a morte de sua avó, muda de postura e torna-se uma adolescente rebelde. Logo, decide juntar-se aos Freaks (“esquisitos”), grupo de sua escola composto por Daniel Desario (James Franco), Kim Kelly (Busy Phillips), Ken Miller (Seth Rogen) e Nick Andopolis (Jason Segel). Lindsay, aos poucos, tenta se encaixar em um mundo até então muito diferente do seu.

Sam Weir, o irmão mais novo de Lindsay, junto com seus seus melhores amigos, Neal Schweiber (Samm Levine) e Bill Haverchuck (Martin Starr), são os Geeks (termo inglês considerado, na época, sinônimo de “bobos”). Os três são rejeitados pelos colegas da escola que frequentam, a William McKinley High School, porém conseguem lidar com todos os problemas devido a uma grande amizade nutrida pelo grupo. No decorrer dos episódios, os Geeks tentam ao máximo inserir-se em situações mais sociais, para conquistar o respeito e a amizade dos considerados populares.

Os primeiros episódios mostram a transição de Lindsay, antes aluna estudiosa, agora uma jovem rebelde que veste o casaco do exército do pai e sai com adolescentes considerados problemáticos e politicamente incorretos. Grande parte do enredo da série é focado no relacionamento que Lindsay tenta construir com os novos amigos e como essa mudança alterou alguns aspectos em seu relacionamento com os pais. O laço de amizade criado entre a jovem e o orientador da escola, Sr. Rosso (Dave Allen), também é significativo para a história.

Perpetuada pelos fãs

Os “Geeks”. Foto: divulgação/Freaks and Geeks

A trilha sonora é composta por faixas lançadas até essa época e a música de abertura é “Bad Reputation”, de Joan Jett. O acervo também inclui artistas e bandas renomados, como Billy Joel, The Who, David Bowie e Supertramp. O roteiro é cativante e foge do clichê ao abordar a vida desses adolescentes que tinham tudo para serem retratados de maneira estereotipada. A medida em que os episódios avançam, os personagens vão evoluindo naturalmente, e os rótulos vão sendo desconstruídos. No final, torna-se perceptível que, apesar de pertencerem a grupos distintos, todos têm muito em comum.

Os núcleos, os Freaks e os Geeks, são recheados de momentos cômicos e de situações dramáticas. A série é bem honesta ao abordar assuntos como bullying, drogas, sexo,  politização na adolescência e amizade, sem pender para o lugar-comum. Cancelado logo na primeira temporada, com 18 episódios apenas, por causa da baixa audiência, “Freaks and Geeks” tornou-se cult (algo alternativo, que foge do padrão hollywoodiano e tem perpetuação entre os seus fãs). A série foi colocada na lista “Maiores Séries de Televisão dos Anos 2000”, da revista TIME, além de ter sido posta em primeiro lugar no “60 Programas Cancelados Cedo Demais” da revista TV Guide. Com 18 anos após a estreia, “Freaks and Geeks” é transmitida em serviços de streaming e segue conquistando novos fãs a cada ano.

Vídeo de abertura:

 

FICHA TÉCNICA:

Formato: Série

Ano de produção: 1999

Criador: Paul Feig

Produtor Executivo: Judd Apatow

Duração: 40 minutos por episódio. 18 episódios.

Gênero: Comédia dramática

Elenco: Linda Cardellini, John Francis Daley, James Franco, Samm Levine, Martin Starr, Seth Rogen, Jason Segel, Busy Phillips, Becky Ann Baker, Joe Flaherty

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php