“Questão de tempo”, uma comédia romântica que faz pensar

Por Letícia Feitosa

Depois de uma festa de ano novo, Tim Lake (Domhnall Gleeson), em uma conversa com o pai (Bill Nighy), descobre que todos os homens de sua família têm a capacidade de viajar no tempo, mas apenas para o passado e dentro de sua própria realidade. Após esta descoberta, o jovem começa a usar o dom para encontrar um amor. Porém, aos poucos, ele percebe o quão arriscado pode ser esse jogo. “Questão de tempo” é uma comédia romântica britânica de 2013 e foi dirigida e roteirizado por Richard Curtis (O diário de Bridget Jones).

Tim e seu pai, interpretado por Bill Nighy. Foto: reprodução

Tim se muda para Londres e começa a trabalhar como advogado. Na cidade, ele conhece Mary (Rachel McAdams), por quem se apaixona. Aos poucos, o filme conta a história dos dois, e a viagem no tempo aparece apenas como artifício para que ele conquiste a garota. A relação do protagonista com a família também é bastante explorada, principalmente entre Tim, o pai e a irmã, Kit Kat (Lydia Duncan).

No filme, Curtis faz com que a viagem no tempo não pareça tão fictícia e o humor inglês do longa traz uma leveza para a narrativa. A autenticidade do roteiro consegue deixar o filme interessante na maior parte do tempo, e os personagens são cativantes o suficiente para prender a atenção de quem assiste. De t.A.T.u à banda The Killers, a trilha sonora não deixa a desejar. As faixas conseguem cumprir o seu papel de trazer emoção para o filme, como a música “The Luckiest”, escrita por Ben Folds, que traz uma delicadeza para o desfecho da história.

Ao acompanhar a vida de Tim, é fácil compreender a mensagem central do filme. O longa fala sobre como vivenciamos o nosso tempo e como algumas coisas da vida não podem ser modificadas. Em entrevista para o Estadão, o diretor Richard Curtis disse que ele queria que o “filme fosse suave, sobre família e sobre amor”.

FICHA TÉCNICA:

Gênero: Comédia romântica, Fantasia, Drama

Direção: Richard Curtis

Roteiro: Richard Curtis

Produção: Eric Fellner, Tim Bevan

Fotografia: John Guleserian

Duração: 123 minutos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php