Uma reflexão sobre o filme “O Abutre”

Por Matheus de Freitas

Um excelente filme voltado para área da comunicação é “O Abutre” que foi lançado em 2014, roteirizado e dirigido por Dan Gilroy. O filme conta a história de Louis Bloom (Jake Gyllenhaal), um ladrão de metais que tenta ganhar a vida de um jeito fácil. Bloom tenta arranjar um emprego formal em que possa construir uma carreira, mas seu status de ladrão acaba impedido.

Durante a volta para casa, Bloom tem sua atenção tomada por um acidente na avenida e fica parado observando o acontecimento até se deparar com um cinegrafista freelancer, que filma todo o ocorrido com intuito de vender para alguma emissora de TV. O personagem acredita ser dinheiro fácil e acaba decidindo entrar no agitado submundo do jornalismo criminal independente de Los Angeles. Os vídeos produzidos por Bloom começam a ter notoriedade na mídia e ele acaba contratando um funcionário para ajudar no trabalho.

É muito interessante notar nessa produção a imagem que é construída em cima do profissional de jornalismo freelancer, que no caso, não é nada glamourosa e retrata também a vontade do personagem que sempre busca ganhar dinheiro “fácil” e nem sempre utilizando métodos legais ou éticos.

Um comentário em “Uma reflexão sobre o filme “O Abutre”

  • 4 de outubro de 2018 em 14:48
    Permalink

    Sim! Já assisti e é muito bom.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *