O instituto Dragão do Mar exibe a exposição “Zé: acervo de experiências vitais”

Por Matheus de Freitas

O Instituto Dragão do Mar recebe a exposição: “Zé: acervo de experiências vitais”, em homenagem ao cearense Zé Tarcísio. A mostra tem um caráter panorâmico e reúne mais de 100 trabalhos entre pinturas, esculturas, instalações, fotos e vídeos que vieram do acervo do expositor, de coleções particulares e de importantes acervos institucionais, como é o caso do Museu Nacional de Belas Artes do Rio.

Zé Tarcísio nasceu em 1941, em Fortaleza, realizou seus primeiros trabalhos em artes plásticas aos 19 anos. Em 1961 mudou-se para o Rio de Janeiro e frequentou o ateliê de Inimá de Paula, além de participar do Curso Livre de Pintura na Escola Nacional de Belas Artes. Essas experiências influenciaram o cearense que se tornou um artista multicultural e agora expõe seus trabalhos em sua terra natal.

Serviço:

Exposição “Zé: acervo de experiências vitais”

Visitação: até novembro de 2018

Horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 19h, com acesso até as 18h30; e aos sábados e domingos, das 14h às 21h, com acesso até as 20h30.

Local: Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC-CE) Fortaleza-CE

Entrada Gratuita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *